Uma única festa e várias opções de diversão para quem vai ficar na capital

O Carnaval em Teresina inicia semanas antes, com as prévias que já preparam o folião para o clima. Há muitos anos, os teresinenses deixaram de fugir da capital em busca da folia e encontraram opções

Um Carnaval cheio de tradições, cores e diversificações. Esta é a festa do rei momo em Teresina. Há quem goste de axé, quem prefira as marchinhas e quem opte por mostrar o samba que tem no pé e no coração. Mas o fato é que a cidade oferece várias opções para quem só tem um desejo: curtir o Carnaval.



Antes mesmo da chegada do Carnaval, as prévias já costumam animar o público teresinense e prepará-lo para os quatro dias de folia. Em Teresina, o tradicional bloco Banda Bandida, por exemplo, inicia sua programação em janeiro para divertir pessoas com as tradicionais marchinhas de carnaval, antes mesmo da festa do Rei Momo acontecer.

A festa acontece em 4 sábados seguidos no espaço cultural Fundo de Quintal, localizado na Rua 24 de Janeiro, centro da capital. O bloco já possui 26 anos de existência e nasceu da vontade de quatro amigos, sendo dois irmãos, de brincarem o carnaval nas ruas.

Hoje, a festa é grande e reúne cerca de 3 mil pessoas por noite, para uma programação que conta com a apresentação da Banda Bandida em todos os sábados que antecedem a festa do carnaval e ainda com a participação especial de bandas locais.

Logo depois das prévias, o folião que prefere curtir o Carnaval da cidade pode escolher entre os clubes, blocos carnavalescos, ou mesmo apreciar o tradicional desfile das escolas de samba. Este ano, seis escolas de samba vão desfilar.

Estão confirmadas na Avenida Marechal Castelo Branco, na terça-feira de Carnaval, dia 17 de fevereiro, as agremiações Sambão, Skindô, Brasa Samba, Unidos de Santana, Mocidade Alegre do Parque Piauí e a novidade, a Escola de Samba Galo Tricolor. Todas as escolas já estão finalizando a confecção das fantasias e dos carros alegóricos que devem colorir a avenida.

A Escola de Samba Sambão, que faz parte do Carnaval de Teresina há 42 anos, está seguindo um cronograma para que tudo fique pronto antes do dia do desfile.

Este ano, a escola que já foi quatro vezes campeã e esteve sempre presente no primeiro grupo, levará cerca de 500 participantes para a avenida divididos em 10 alas.

Com a expectativa de um bom desfile, a escola, que foi fundada por jovens que se reuniam na quinta velha, na década de 70, terá como samba enredo “Vem pra rede”. “Nosso tema será esse.

Vamos destacar a rede social, a rede de comunicação, a rede do pescador e várias outras existentes”, afirma Manoel Messias, presidente da escola de samba.

A Skindô, fundada em 12 de outubro de 1975, também é responsável por animar o carnaval de Teresina. Para este ano, a escola promete levar a avenida um grande espetáculo. De acordo com Jamil Saída, presidente da escola, serão 6 alas e 2 carros alegóricos, segundo a recomendação da prefeitura.

“200 pessoas farão parte do nosso desfile, que é surpresa. Espero que o teresinense vá para a avenida, que ele brinque, assista aos desfiles e nos aplaudam, porque o artista quer aplausos. Se eu vou desfilar e ninguém vai me assistir, não tem graça”, destaca Jamil.

Corso é a maior festa popular de Teresina

Entre todos os blocos, escolas e diversas prévias que acontecem em Teresina, uma tem grande destaque. Sendo um dos eventos carnavalescos mais populares da cidade, o Corso arrasta uma multidão pelas avenidas Marechal Castelo Branco e Raul Lopes, onde acontece a festa. Anualmente, os foliões aguardam ansiosos pela data em que acontece a festa e se preparam com muita antecedência.

As lojas especializadas em aluguéis de fantasias lucram bastante neste período. O comércio de Teresina fica movimentado pela procura de adereços e outros artigos comuns do Carnaval.

Os caminhões são os protagonistas do evento. Cada um com decoração diferenciada feita pelos próprios responsáveis pelos veículos, buscam, além da diversão, levar o grande prêmio.

Na edição deste ano, que aconteceu ontem (07) o prêmio foi de R$ 2.500 para o primeiro colocado, R$ 1.500 para o segundo e R$ 1.000 para o terceiro.

Em 2012, o juiz do Guinness Book (Livro de recordes), Michael Janela, deu a Teresina o título de Maior Corso do Mundo, com o maior desfile de carros enfeitados do mundo nas prévias carnavalescas.

Naquele ano participaram mais de mil veículos e cerca de 150 mil de foliões. Após esse aval do juiz, Teresina estampou as páginas da edição do Guinness Book de 2013. (A.D.)

Sanatório anima o sábado de Carnaval

Sanatório Geral, Capote da Madrugada e Barão de Itararé estão entre os blocos que fazem a animação de quem prefere curtir o Carnaval em Teresina.

Como de costume, o Sanatório Geral acontecerá no sábado, dia 14. O bloco reúne foliões de todas as idades, com os rostos pintados, mascarados, fantasiados com os mais diferentes temas.

O Sanatório surgiu há 12 anos, quando se tinha um vazio no Carnaval de Teresina. Logo que chegava o Carnaval, a cidade esvaziava. "Eu sempre gostei muito de carnaval e quem ficava em Teresina não tinha o que fazer, então surgiu a ideia de montar um bloco e convidar os nossos amigos", lembra Jorginho Medeiros, que comanda o bloco.

O evento acontece na Praça da Liberdade, onde é feito um pequeno percurso ao som de marchinhas carnavalescas e do melhor da música popular brasileira.

É o bloco com menor percurso. Começa na Igreja São Benedito, sobre a Frei Serafim até o cruzamento da Coelho de Resende com a Frei, faz o retorno, e termina na Praça da Liberdade.

Em sua primeira edição, uma média de 100 pessoas participaram. Hoje, é difícil afirmar este número."Muita gente passa por lá. Tem pessoas que chegam mais cedo e vão embora antes de terminar a festa. Outras chegam mais tarde, mas uma média de 4 a 5 mil pessoas passam o sábado de carnaval com a gente", coloca Jorginho.

O trio que anima o bloco toca marchinhas de carnaval. A banda, denominada Eletrochoque também usa esse tipo de repertório. Este ano, a banda será capitaneada por Edvaldo Nascimento e Geraldo Brito.


 

Fonte: Aline Damasceno