Foto de primeira-dama nua fica sem comprador em leilão

O preço inicial da fotografia de Bruni foi fixado em 4.000 euros.

Uma foto da primeira-dama da França, Carla Bruni, posando nua em 1993, tirada pelo fotógrafo de moda Michel Comte, não encontrou comprador em um leilão organizado nesta sexta-feira em Paris, uma vez que o preço máximo oferecido ficou abaixo do preço de reserva.

O preço inicial da fotografia de Bruni, que na época trabalhava como modelo para destacados estilistas, foi fixado em 4.000 euros.



O preço de venda estimado da imagem, leiloada na casa Druot por um colecionador alemão, foi estimado entre 6.000 e 9.000 euros.

No entanto, o maior valor oferecido pelos participantes do leilão foi 5.800 euros, em menos de 90 segundos.

Como era inferior ao preço de reserva, a oferta não foi aceita.

Em abril de 2008, uma fotografia idêntica de Bruni foi vendida na casa Christie"s de Nova York por US$ 91 mil.

Dois meses depois de se casar com o presidente francês, Nicolas Sarkozy, a foto de Carla Bruni gerou enorme interesse entre os meios de comunicação e colecionadores.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br