Garota do clipe "Thriller" entra na justiça contra Michael Jackson

Segundo site, Ola Ray processou a produtora do cantor e afirmou que não recebeu os royalties por sua participação no vídeo.

Ola Ray, a menina do clipe "Thriller", entrou na justiça contra produtora de Michael Jackson, em maio de 2009, um mês antes da morte do cantor, segundo o site "TMZ".

Ainda de acordo com a publicação, Ola afirmou no processo que não recebeu os royalties por sua participação no vídeo, de 1983.


Garota do clipe

O "TMZ" ainda informou que não sabe quanto Ola Ray recebeu, mas afirmou que a ex-coelhinha da "Playboy" ganhou alguma quantia com o processo.

Segundo o site, o diretor do clipe, John Landis, também está com um processo similar correndo na justiça.

Fonte: EGO