Garotas do Zodíaco relembram época do 'Planeta Xuxa'

As substitutas das paquitas no programa representavam os 12 signos do zodíaco.

Há 14 anos, o Planeta Xuxa apresentava para seu público as Garotas do Zodíaco. O novo grupo era formado por meninas que representavam cada signo e tinham a responsabilidade de substituir as paquitas New Generation.

 As integrantes eram: Marcella Siede e Fabiana Telles (Áries), Marina Azze (Touro), Danielle Nabor e Ana Cecília Calderon (Gêmeos), Sabrina Miragaia (Câncer), Bianca Barbosa (Leão), Danah e Mel de Oliveira (Virgem), Gisella Prattes (Libra), Fernanda Fontoura (Escorpião), Francine Melo e Isabella Ferraz (Sagitário), Nadja Haddad e Patrícia Marques (Capricórnio), Lívia Pais (Aquário), Fernanda Freitas (Peixes).

'Trabalho é diversão com responsabilidade'


Entre as meninas, Ana Cecília Calderon continuou trabalhando com a loira e fez até shows com ela. "Participei do 'Xuxa no Mundo da Imaginação' e 'Tv Xuxa', além das coreografias dos DVDs 'Xuxa só para baixinhos'", explicou.

 Já Marcella Siede não quis seguir artística. "Meu único sonho era o de trabalhar com a Xuxa", explicou. Hoje, a representante do signo Áries trabalha no setor imobiliário e não esquece os ensinamentos da diretora-geral do programa, Marlene Mattos. "Lembro muito dos conselhos da querida Marlene Mattos. Ela é genial e carrego suas sábias palavras em tudo que eu faço", relembrou.

Clique e curta a página do Portal Meio Norte no facebook.


Os conselhos da diretora viraram até um lema para Nadja Haddad: "Trabalho é diversão com responsabilidade". Antes de trabalhar com Xuxa, Nadja queria seguir carreira no rádio, mas acabou sendo influenciada pela experiência na Televisão. "Conheci mais de perto o mundo da comunicação", contou a jornalista.

Marina Azze destacou que um dos momentos mais emocionantes foi o dia do resultado. Apesar de querer muito ser uma das escolhidas, Marina torceu para a atriz Fernanda de Freitas. "Ela era louca pela Xuxa e desmaiou. Claro, eu queria muito estar ali, mas vi o quanto isso era importante pra ela", explicou. Marina não se distanciou tanto dos palcos e hoje mora no interior de Minas Gerais, onde montou uma escola de interpretação e formação de modelos.

 Trabalhar com a Xuxa: sonho das baixinhas


Trabalhar com a Xuxa sempre foi o sonho de muitos baixinhos e não foi diferente com Giselle Prates. "Várias vezes, me pegava distraída, babando na beleza e na luz dela e pensando: 'Meu Deus não acredito que estou aqui!'", contou. Marcella também não conseguia se controlar quando esbarrava com a apresentadora nos bastidores: "Ficava super nervosa. Era uma tremedeira só. Ela sempre foi muito carinhosa comigo e nunca esquecerei esses momentos".

Nadja já havia "batido na trave" para trabalhar com Xuxa. Ela ficou entre as 15 finalistas para ser uma das paquitas New Generation e se emocionou quando pode dançar junto com a loira. "A Xuxa me levou para o lado dela, enquanto tocava 'Ilariê'. Ela sabia que estar ali, para mim, era a realização de um sonho de infância", relembrou.


Mas não tinha nenhuma molezinha na rotina das meninas. As gravações eram intercaladas e duas vezes por semana e, quando não tinham, as Garotas do Zodíaco faziam aulas de etiqueta e de teatro. Marcella explicou que precisou muito do apoio dos professores e dos amigos para conseguir ter um bom desempenho nesse período. Apesar da correria, Giselle revelou que não chegava a pesar tanto em seu dia a dia. "Era tudo com muita alegria e uma energia muito positiva, então ficava tudo leve", contou.

Para Isabella Ferraz, a oportunidade de trabalhar no programa lhe trouxe um grande crescimento. Natural de Jundiaí, São Paulo, ela teve que dividir um apartamento com algumas meninas no Rio, mas só tem boas recordações. "Todos os momentos que vivi nessa época foram bem marcantes". Isabella chegou a fazer trabalhos como modelo e hoje cuida de seus dois filhos pequenos. Ela comemora as reprises do programa no canal Viva: "Vai ser emocionante poder mostrar para meus filhos um pouco dessa fase da minha vida que tanto amei".

 

Fonte: Ego