Macarrão é ótimo para quem está de dieta, sugere o Jornal Meio Norte

Macarrão é ótimo para quem está de dieta

Criança adora inventar e, na hora de comer, os pequeninos deixam qualquer mãe em preocupação constante. Para não perder o sono, ficar atenta a algumas atitudes pode fazer toda a diferença no crescimento do seu filho, principalmente com tantos problemas que aparecem com o tempo, quando não há uma alimentação saudável. Uma delas é a obesidade infantil que pode transformá-lo um adulto cheio de doenças, mas nada que não possa ser corrigido com um pouco de atenção.

A obesidade infantil poderá afetar 75 milhões de crianças nos próximos 10 anos, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). São meninos e meninas com risco de comprometimento da saúde, como diabetes do tipo II, doenças cardiovasculares, além de depressão e transtornos de ansiedade. Mas isso pode ser revertido com a mudança de hábitos e o exemplo dado na mesa de casa. “A alimentação errada para a criança é a mesma errada para nós, por isso é importante que os pais comam de maneira correta para dar o exemplo aos filhos. Isso vale em qualquer idade”, afirma a pediatra Wylma Hossaka.


A especialista ainda explica que não há necessidade de uma dieta diferenciada, mas devem ser evitados alimentos embutidos e pré-preparados, como salsichas e macarrões instantâneos. “Esses alimentos possuem alto teor de sódio, e nem mesmo os adultos deveriam consumir”, diz a pediatra. Além dos exemplos na alimentação, também podemos trocar alimentos industrializados por alternativas naturais. Há muitos mitos sobre o consumo das massas, mas com a ajuda da nutricionista Fabiana Fontes, você poderá acabar com alguns deles. O principal mito, diz Fabiana, é que, por ser rico em carboidratos, o macarrão seria engordativo e não deveria ser consumido em dietas. “O que colabora para o aumento de peso não é o consumo de massa e sim a quantidade ingerida e, principalmente, os acompanhamentos escolhidos”, ela explica.

De acordo com Fabiana, quando o macarrão é consumido nas quantidades adequadas e com molhos magros, como ao sugo (tomate), de ervas ou com vegetais, o resultado é mais energia para o dia a dia. “O macarrão pode ser incluído em uma dieta balanceada. Além de molhos pouco gordurosos, a dica para não elevar o valor calórico e a quantidade de gorduras é escolher acompanhamentos nutritivos como um filé grelhado (frango, peixe e carne bovina magra) ou uma boa salada de folhas e vegetais”, ensina Fabiana.


O fato de o macarrão não engordar já é uma boa notícia. Melhor ainda é saber que as massas podem ajudar a emagrecer. “O macarrão faz com que o metabolismo fique mais ativo e, com isso, queime mais gorduras”, ressalta a nutricionista. Além disso, para as mulheres que sofrem com a tão temida TPM, segue mais um benefício: o macarrão pode ajudar a liberar serotonina, substância química que age no cérebro gerando a sensação de bem-estar e tranquilizando os ânimos. Neste fim de semana, aproveite para experimentar a sugestão de receita deliciosa e balanceada feita com macarrão.

Saiba mais sobre Gastronomia no Portal Meio Norte

 

 

Fonte: Jornal Meio Norte