Globo tira do ar e justifica  campanha

Globo tira do ar e justifica campanha

A emissora foi acusada de fazer subliminarmente, alusão à campanha de José Serra

Iniciada no domingo (18), a campanha em comemoração aos 45 anos da Globo, que apresenta todo o elenco da emissora com frases em alusão à data, foi tirada do ar.

De acordo com o jornal O Dia, a emissora foi acusada de fazer subliminarmente, alusão à campanha de José Serra à presidência da República, já que o número dele é o 45. além disso, frases ditas pelos atores no slogan, como ?todos queremos mais?, seriam uma referência ao lema defendido por Serra na sua pré-candidatura: ?o Brasil pode mais?.

A publicação destaca ainda que o jornalista Paulo Henrique Amorim, da Record, também se manifestou em seu blog, Conversa Afiada. "Deve ser uma retribuição ao agasalhamento do terreno que a Globo invadiu por 11 anos e o Serra transformou numa escola técnica para formar profissionais para a emissora. Uma mão lava a outra".

Em Comunicado Oficial, a Globo se defendeu.

 

"O texto do filme em comemoração aos 45 anos da Rede Globo foi criado comprovadamente em novembro do ano passado, quando não existiam nem candidaturas, muito menos slogans eleitorais. Qualquer profissional de comunicação sabe que uma campanha como esta demanda tempo para ser elaborada. Mas a Rede Globo não pretende dar pretexto para ser acusada de ser tendenciosa e está suspendendo a veiculação da campanha na televisão", afirmou a emissora, através da Central Globo de Comunicação.

Fonte: OFuxico, ofuxico.terra.com.br