Gretchen diz que não pensa em começar novo relacionamento

Gretchen terminou seu 14º casamento, o sexto no papel, com o empresário goiano Sílvio Alves, no fim de março.



Maria Odete Brito Miranda, a Gretchen em bumbum e ousadia, voltou à crista da onda com a moda oitentista que invadiu o País e faz entre 20 a 25 shows por mês Brasil afora. Já fez de filme infantil (Vamos Cantar Disco Baby) a três produções pornôs, além de ter sido candidata à prefeitura de Itamaracá. Ela mora em João Pessoa, Paraíba, com alguns dos cinco filhos, incluindo a adotiva Valentina Yasmin, que vai fazer um ano em maio, e garante ser "caseiríssima". Gretchen terminou seu 14º casamento, o sexto no papel, com o empresário goiano Sílvio Alves, no fim de março, mas está curtindo a solteirice e não pensa em um novo relacionamento tão cedo.

Você se considera uma mulher família?

Ser mãe e dona de casa é o melhor papel que eu fiz na vida. Por mim, estaria grávida de novo.

Não acha um contraste com a sua carreira?

Claro que não. Eu não me arrependo de nada que eu fiz, e, graças ao meu trabalho, posso garantir tudo para minha família.

Pensa em se aposentar?

Todos os dias, mas ¿posso não, quero não, meu público não deixa não¿ (parodiando a música do grupo ¿Aviões do Forró¿).

Como é sua rotina?

Acordo às cinco e quarenta da manhã para dar mamadeira à Valentina, depois arrumo os outros para o colégio e coloco o feijão no fogo. Dou uma dormidinha de uma hora e depois faço o arroz e a carne para o almoço. Em seguida, cuido da minha vida, mas às seis horas da tarde, a maratona família começa de novo, preparo o jantar, cuido das crianças e, mais tarde vejo, a novela ¿Insensato Coração¿, mas a essa hora já estou praticamente desmaiada. Do coração, eu só vejo o insensato.

Não fica cansada?

Quando estou na estrada, morro de saudades, mas tem meses em que eu não trabalho tanto e dá para administrar o tempo. Me canso sim, mas durmo que nem uma rainha, em qualquer lugar.

Costuma receber propostas indiscretas?

Quem recebe é ele (aponta para Neurandy, seu empresário). Ele filtra mais de 50 e-mails diários, de todos os tipos. Claro, os indiscretos ele não me passa. Quando alguém me pergunta se faço programa, eu digo, claro, de TV, de rádio.

É muito assediada?

Fora de João Pessoa, sim. Lá as pessoas já estão bem acostumadas comigo, mas em outros lugares eu faço compras no supermercado de madrugada. E os homens me assediam sim, mas eu levo numa boa, agradeço e dispenso.

Tem problemas em ficar sozinha?

Adoro namorar, mas estou numa fase minha, num momento ótimo.

O que faz para manter o corpão?

Pilates e plástica. Estou há quatro anos sem fazer nada, mas se precisar, eu faço. A lei da gravidade é cruel com a mulher. Não tenho receio em fazer cirurgias, tenho é muito medo de me olhar no espelho e não gostar do que vejo.

Fonte: Terra