Haiti: tremor pode ser o terceiro pior da história

Haiti: tremor pode ser o terceiro pior da história

Se o número de vítimas passar de 200 mil, será o terceiro tremor que mais matou desde o início do século XX

A cada dia que passa, fica maior a tragédia causada pelo terremoto da semana passada no Haiti. Depois de anunciar, no sábado (16), que 25 mil pessoas já haviam sido enterradas no país, o governo haitiano elevou nesta segunda-feira (18) para 70 mil o número de mortos, o que indica que o tremor entrará para a história como uma das maiores tragédias da humanidade.

O anúncio desta segunda foi feito pelo ministro haitiano Carol Joseph, à agência de notícias AFP. De acordo com ele, todas essas pessoas foram enterradas em valas comuns, um processo de emergência que pode evitar a proliferação de doenças. Os trabalhos de resgate, realizados por quase 2 mil socorristas de 43 equipes internacionais, continuam em curso, mas até domingo (17) apenas 60% da área atingida pelo tremor havia sido alcançada.

Isso leva as autoridades a crer que a nefasta contagem de corpos continuará aumentando. Ainda no domingo, o general Ken Keen, coordenador dos esforços dos Estados Unidos no Haiti, afirmou que a estimativa de que o número de mortos esteja entre 150 mil e 200 mil é real. ?A comunidade internacional está trabalhando com esses números, e acho que isso é o começo?, afirmou.

Se forem levados em conta apenas os mortos enterrados, o desastre do Haiti já está na lista dos dez piores terremotos da história. De acordo com o levantamento feito pelo Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), que mantém dados desde o ano 1900, o tremor mais mortífero da história ocorreu em 1976, na cidade de Tangshan, província de Heibei, na China. Lá, cerca de 255 mil pessoas, o equivalente à população de uma cidade como Novo Hamburgo (RS), morreram.

Há registros de que dois terremotos seriam maiores que este, mas para ambos não há dados que os comprovem. O primeiro teria matado 830 mil pessoas em Shaanxi, na China, no ano 1556. O outro teria matado 250 mil em Antióquia (hoje Turquia) no ano 526.

A segunda maior matança provocada por um terremoto segundo o USGS foi registrada em 2004, no tremor de mais de 9 graus na escala Richter registrado no Oceano Índico que provocou um tsunami. Indonésia, Sri Lanka, Índia e Tailândia foram os países mais afetados e 227 mil pessoas morreram. Se a estimativa de que o tremor do Haiti matou entre 150 mil e 200 mil se confirmar, a tragédia será a quarta ou terceira pior do tipo desde o início do século XX.

Os números do serviço geológico americano levam em conta apenas as mortes causadas diretamente pelo tremor, como em soterramentos, deslizamentos de encostas ou montanhas, ou pelas ondas do tsunami ocorrido em 2004. No caso do Haiti, a crise humanitária pode tomar proporções gigantescas. No fim de semana, a Organização Mundial de Saúde (OMS), órgão ligado à ONU, publicou um relatório inicial sobre a situação no Haiti e alertou para o risco de epidemias como hepatite A, difteria, tuberculose, meningite meningocócica e do vírus da chamada gripe suína, o H1N1.

Fonte: Época