Homem compra celular pela internet mas uma recebe pedra

Homem compra celular pela internet mas uma recebe pedra

André Luís Bruscargin comprou o aparelho, que teria MP3, câmera fotográfica e televisão

Um vendedor comprou um celular pela internet em São João da Boa Vista, a 216 km de São Paulo, mas recebeu uma pedra de cimento no lugar do aparelho. Ele pagou R$ 250 pelo equipamento. Foram 40 dias de espera pela encomenda, que não chegou.

André Luís Bruscargin comprou o aparelho, que teria MP3, câmera fotográfica e televisão, no site Mptudo. A encomenda veio da China. A embalagem estava lacrada, mas sem o produto e com a pedra no lugar. ?Uma sensação de estar sendo enganado, de estar perdendo alguma coisa?, disse ele.

Agora, Bruscargin quer saber se o erro foi do fabricante, que não enviou o produto, ou se o celular desapareceu nos Correios, que é responsável pela entrega. ?Ambos pediram cinco dias para verificar o que ocorreu?, disse.

A reportagem tentou contato com a empresa Mptudo, mas não obteve retorno. Já os Correios informaram que estão apurando o caso.

A compra e a venda na internet se tornaram comuns devido à facilidade e à agilidade do processo. Alguns sites ainda oferecem descontos atrativos. Apesar disso, o Procon já registrou cerca de 2 mil reclamações de compras desse tipo em todo o país. ?Sessenta por cento (60%) é referente a não entrega do produto ou descumprimento do prazo ofertado para a entrega?, explicou o coordenador do Procon de São João da Boa Vista, Antônio Carlos Godoy.

Nestes casos, o consumidor pode reclamar pelo site do órgão de defesa do consumidor. O caso é analisado por técnicos da fundação e depois as empresas são notificadas.

Para evitar transtornos, o Procon recomenda que os produtos sejam comprados através de referências de outras pessoas que já adquiriram. Além disso, é importante priorizar ou optar pelo pagamento através de cartão de crédito, pois, em caso de descumprimento ou não entrega, o consumidor pode solicitar o estorno.

Fonte: g1, www.g1.com.br