Homem de 50 anos confessa 17 estupros no PR

Policiais do Nucria prenderam o suspeito no fim da tarde de segunda-feira, em um ponto de ônibus

Um suspeito confessou nesta quarta-feira ter estuprado pelo menos 17 garotas desde 2005 no Paraná, segundo a delegada do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crime (Nucria), Maricy Mortagua Santineli. Cacildo César Novelleto, 50 anos, disse que tentava atacar de duas a três garotas de 12 a 16 anos por mês.

Policiais do Nucria prenderam o suspeito no fim da tarde de segunda-feira, em um ponto de ônibus na rua João Negrão, centro de Curitiba. Segundo Santineli, ele "resistiu, pediu para ser morto, mas foi algemado e detido". Mais de dez policiais trabalharam em sua localização desde sábado e as buscas ainda ocorreram em São José dos Pinhais (PR), onde também atacaria as vítimas.

A delegada afirma que "apesar de ele ter confessado 17 estupros, Novelleto admite que pode haver mais vítimas, pois não lembra de todas elas".

Amostras de sangue serão coletadas para exame de DNA, para confrontar com o material genético encontrado no corpo de Rachel Maria Lobo Oliveira Genofre, 9 anos, morta em 2008. Ela foi abandonada dentro de uma mala na rodoferroviária de Curitiba. "Ele nega qualquer envolvimento no caso. Diz não gostar de crianças, apenas de adolescentes e mulheres", disse a delegada.

Novelleto foi indiciado por estupro e atentado violento ao pudor e pode ser condenado a mais de 24 anos de prisão. Ele foi encaminhado ao Centro de Triagem II, em Piraquara.

Em 1996, ele foi condenado, pelo mesmo crime, a sete anos de reclusão no Hospital Colônia Adauto Botelho, em Pinhais, região metropolitana de Curitiba, e libertado em 2003. Dois anos depois teria reincidido a infração.

Fonte: Terra, www.terra.com.br