Homem ganhador de loteria deixa R$ 2,1 mi após morte

Homem ganhador de loteria deixa R$ 2,1 mi após morte

Ele disse que o fato de ter virado milionário em 2005 arruinou sua vida

O ganhador da loteria britânico Keith Gough, que morreu de ataque cardíaco em março deste ano após ter afundado no alcoolismo, deixou cerca de 800 mil libras (cerca de R$ 2,1 milhões) antes de morrer, diferentemente do que se pensava antes, segundo a imprensa britânica.

Gough, de 58 anos, havia ganho 9 milhões de libras (mais de R$ 24 milhões) na loteria em 2005. Dois anos depois, ele terminou seu casamento de 27 anos com sua mulher, Louise, com quem tinha dois filhos, abandonou o emprego e começou a beber pesado.

Gough gastou boa parte do dinheiro do prêmio com artigos de luxo, como cavalos de corrida e uma BMW. Ele também alugou uma mansão com criados e perdeu uma quantia com um falsário que o convenceu a investir em empresas fajutas.

Acreditava-se que ele estava sem dinheiro quando morreu, na casa de um sobrinho, em Broseley.

No entanto, a leitura de seu testamento revelou que ele ainda tinha as 800 mil libras, segundo a imprensa britânica.

Em uma entrevista no ano passado, Gough disse que o prêmio da loteria arruinou sua vida, pacata até então.

Ele argumentou que bebia por causa do tédio provocado pela fortuna.

"Sem uma rotina a seguir, eu comecei a gastar, gastar, gastar. No fim, eu estava aborrecido", disse.

"Antes, o máximo que eu bebia era um vinho às refeições. Eu era popular, mas eu perdi todos os amigos. Eu não confio em mais ninguém."

Ele disse que aconselhava às pessoas que não apostassem na loteria para não passar pelo que ele passou.

Fonte: g1, www.g1.com.br