Homem tenta registrar filha como "Maria Vuvuzela"

Homem tenta registrar filha como "Maria Vuvuzela"

Desempenho do país na Copa também provocou procura por calmantes.

Um casal uruguaio solicitou autorização no país para registrar a filha com o nome de María Vuvuzela, em homenagem à popular corneta sul-africana que ganhou notoriedade durante a Copa do Mundo, segundo o site esportivo "Conchanella".

Alfredo Orellano, diretor do Registro Civil uruguaio, disse que a solicitação está sob análise, já que existe uma lei que proíbe expressamente que pais usem nomes confusos, extravagantes ou ridículos para registrar os filhos.

Segundo o funcionário do Registro Civil, com a popularidade da Copa no país, graças à atuação da seleção uruguaia, duplicaram os pedidos para registrar meninas com os nomes de Victoria Celeste, María Celeste ou simplesmente Celeste, como é conhecida a seleção do país.

O país de 3,5 milhões de habitantes acompanhou atentamente a seleção de futebol, que passou pela primeira fase como campeão do grupo A e chegou às semifinais do mundial.

A página oficial da Presidência da República se tingiu de azul celeste e no mercado se esgotaram todas as bandeiras, cachecóis, gorros e outros artigos nas cores azul e branco que identificam a seleção.

A torcida também afetou a saúde dos uruguaios. Farmácias de Montevidéu informaram que, antes da partida contra a Holanda pelas semifinais esgotaram todos os calmantes e remédios para tratar de pessoas afônicas.

Fonte: g1, www.g1.com.br