Inscrições para o Fies começam nesta segunda-feira

Interessados devem acessar sistema do financiamento no site do MEC.

As inscrições para o Fundo de Garantia do Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) podem ser feitas a partir desta segunda-feira (31). Pelo cronograma inicial do Ministério da Educação as inscrições deveriam começar em 17 janeiro, mas tiveram de ser adiadas devido à prorrogação do prazo do Sistema de Seleção Unificada (SiSU).

O G1 recebeu reclamações de estudantes que aguardam a abertura das inscrições. Eles dizem que não têm como pagar as mensalidades das instituições de ensino superior sem o financiamento.

O Fies é um programa do governo federal que financia mensalidades de estudantes matriculados em cursos de ensino superior.

Estão habilitados a se candidatar estudantes matriculados em cursos de graduação pagos, que tenham obtido avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) e que sejam oferecidos por instituição de ensino superior participante do programa. Além disso, o aluno precisa ter feito o Enem.

Para se inscrever, o candidato deve acessar o Sistema de Financiamento ao Estudante (SisFies) e informar os dados solicitados. No primeiro acesso, deve digitar seu CPF, data de nascimento, um endereço eletrônico válido e cadastrar uma senha, que será utilizada sempre que acessar o sistema. Depois disso, o candidato receberá uma mensagem para validação do cadastro.

A partir daí, deve acessar o SisFies e se inscrever, informando dados pessoais, do curso e da instituição e informações sobre o financiamento solicitado. Nesse momento, deve escolher se quer financiamento da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil (os dois únicos agentes financeiros do Fies) e a agência de sua preferência.

Conclusão

Concluída a inscrição, o aluno deve procurar a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) em sua instituição de ensino em até dez dias corridos, contados a partir do dia imediatamente posterior ao da conclusão da sua inscrição.

Validadas as informações, a comissão emitirá o documento de regularidade de inscrição (DRI). Com ele, o candidato deve procurar a Caixa Econômica Federal ou o Banco do Brasil (conforme sua escolha) para formalizar, uma vez atendidas as normas do Fies, a contratação do financiamento. Isto deve ser feito até, no máximo, vinte dias corridos depois da conclusão da inscrição.

Condições de pagamento

Pelo Fies, durante o período de duração do curso, o estudante pagará, a cada três meses, o valor máximo de R$ 50, referente ao pagamento de juros incidentes sobre o financiamento. Após a conclusão da graduação, o estudante terá 18 meses de carência para recompor seu orçamento. Encerrado este período, o saldo devedor será parcelado em até três vezes o período financiado do curso, acrescido de 12 meses.

Segundo a Sesu, 486 mil dos 560 mil contratos do Fies firmados em 2009 estão ativos. Outros 71.381 contratos foram firmados em 2010.

Fonte: g1, www.g1.com.br