Justiça inicia cobrança de dívida de R$ 30 mi de Datena com Record

A execução estava parada por causa de recursos.

A Justiça autorizou o início da execução dos bens de José Luiz Datena (Band) com relação a um processo movido pela Record. A emissora entrou com uma ação com a cobrança de uma multa de aproximadamente R$ 30 milhões referente ao rompimento de contrato do apresentador com o canal em 2003.


Justiça inicia cobrança de dívida de R$ 30 mi de Datena com Record

Após vários recursos de ambos os lados já julgados, a Justiça iniciou a execução dos bens do apresentador.

"A execução estava parada, por conta dos recursos, mas agora voltou a andar", confirmou o advogado do apresentador, José Diogo Bastos. "Mas entrei com o pedido novo na Justiça, que ainda não foi apreciado."

Quando Datena voltou à Record em julho de 2011, assinou uma confissão de dívida (com relação a esse processo de 2003), que não seria cobrada caso ele cumprisse seu novo contrato até o fim. Dois meses depois, o apresentador deixou a emissora e voltou para a Band.

O departamento jurídico da Record já fez um levantamento das contas bancárias e bens de Datena que podem ser bloqueados caso ele não pague a multa. Na lista há casas, uma rádio e uma fazenda. Há alguns dias, Datena vem dizendo em seus programas que "está falido".

Procurados, Record e Datena não se manifestaram sobre o assunto.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br