Lindsay Lohan é processada por agressão a ex-funcionária de clínica

Lindsay, além de empurrá-la, teve uma postura relutante e foi extremamente agressiva, disse a ex-funcionária

Parece que a rotina de visitas de Lindsay Lohan aos tribunais vai recomeçar. A história de Dawn Holland - que acusou a atriz Lindsay Lohan de agressão em dezembro de 2010 e foi demitida da clínica de reabilitação Betty Ford - ganhou mais um capítulo nesta quinta-feira (21).



Segundo o site TMZ, Dawn decidiu apresentar novos documentos legais nos quais acrescenta a acusação de que a atriz, além de empurrá-la, teve uma postura relutante e foi extremamente agressiva quando soube que teria que fazer o teste do bafômetro na própria clínica. Dawn alega que Lindsay a agrediu, apertou e torceu seu pulso por cerca de dez segundos.

Em depoimento no início das investigações, a ex-funcionária disse apenas que Lindsay a xingou e tentou evitar que ela chamasse a polícia. A denúncia teria partido de Dawn, mas os advogados de Lindsay negam que ela tenha começado a briga. Em março, os promotores concluíram que não havia provas suficientes para levar a atriz a julgamento.

Dawn alega ainda que sofreu danos "mentais, físicos e psicológicos" após o episódio e não aceitou a conclusão dos promotores. Agora, a enfermeira quer enfrentar a problemática atriz nos tribunais e exige US$ 1 milhão.

Fonte: O Globo