Lindsay Lohan tenta acordo de US$ 1 milhão para escrever a sua biografia

A editora Harper Collins não quis fazer comentários a respeito


Lindsay Lohan tenta acordo de US$ 1 milhão para escrever biografia
A atriz americana Lindsay Lohan está a ponto de fechar um acordo com a editora Harper Collins para escrever um livro de memórias pelo valor de US$ 1 milhão, segundo divulga nesta sexta-feira o jornal "New York Post".

Lindsay, de 27 anos, está há meses negociando com diferentes editoras, mas seu agente, Scott Waxman, não foi capaz de conseguir que nenhuma aceitasse sua proposta de embolsar US$ 5 milhões pelo livro.

"Havia interesse inicial, mas todo o mundo voltou atrás. Há dúvidas de que ela vá cumprir com a entrega", segundo uma fonte da indústria que é citada pelo jornal, que acrescenta que é um autobiografia, mas que por enquanto "poucas páginas" foram escritas.

Aparentemente, segundo o "New York Post", a celebridade nova-iorquina escreveu um diário durante sua última fase de reabilitação no ano passado, a partir do qual quer escrever suas memórias.

Lindsay ingressou em maio passado na clínica Betty Ford, em Rancho Mirage (Califórnia), para se submeter a uma nova reabilitação, após abandonar o centro Morningside, de Newport Beach, onde estava internada por ordem de um juiz.

A editora Harper Collins não quis fazer comentários a respeito, enquanto o publicitário da atriz, Tej Herring, se limitou a assegurar que "há conversas", mas que não foi fechado nada oficialmente.

O álcool e seus problemas ao volante já fazem parte da vida de Lindsay, que em 2005, quando ainda era menor de idade, já participava de reuniões dos Alcoólicos Anônimos e admitia sofrer de bulimia e consumir drogas.

Em agosto de 2007, Lindsay se declarou culpada por cinco acusações por dirigir bêbada e portar drogas, e foi condenada a quatro dias de prisão, embora sua pena tenha sido reduzida por um acordo judicial e Lindsay não passou nenhuma noite atrás das grades.

Os excessos de Lindsay se refletiram em uma irregular carreira cinematográfica na qual, após ser vista como estrela infantil da Disney, trabalhou para diretores tão diferentes como Robert Altman, Robert Rodríguez e Paul Schrader.

Fonte: Terra, www.terra.com.br