Local de trabalho barulhento prejudica ouvido e sono

Pesquisa diz que zumbido é o principal problema de audição e o que mais prejudica o sono



Quem trabalha em um local com muito barulho, além de correr risco de sofrer perdas auditivas, pode também enfrentar problemas para dormir. Essa é a conclusão de um estudo realizado pela Universidade Bem-Gurion de Negev, em Israel.

Os pesquisadores avaliaram funcionários homens de uma mesma empresa ? expostos, portanto, aos mesmos ruídos ? e compararam a qualidade do sono entre os que tinham alguma deficiência auditiva e os que não apresentavam perdas. Do total de 298 avaliados, 99 tinham problemas auditivos e 199 apresentavam a audição intacta.

Diversos fatores do sono foram avaliados, como: dificuldades para adormecer; acordar muito cedo ou durante a noite; sonolência diurna; dormir durante o dia; ronco; e movimentos excessivos durante o sono.

Após os testes, os cientistas notaram que os trabalhadores com perda auditiva tinham uma média de idade maior e mais exposição ao ruído do que os demais. Além disso, 51% dos funcionários com problemas de audição apresentavam zumbido (ou tinido, um som que tem origem no ouvido e não no ambiente externo). Já entre os funcionários com ouvido intacto, o zumbido afetava 14% deles.

De acordo com a autora do estudo, Tsafnat Test, da Faculdade de Ciências da Saúde da universidade, o zumbido também foi relatado como o principal fator de distúrbio do sono.

Além disso, segundo o estudo, os trabalhadores com perda auditiva enfrentaram, principalmente, problemas como insônia, independentemente da idade e do tempo de exposição ao ruído no local de trabalho.

Fonte: R7, www.r7.com