Madonna é expulsa de sala de cinema por usar celular nos EUA

Madonna é expulsa de sala de cinema por usar celular nos EUA

A cantora foi assistir à estreia do filme 12 Years a Slave

Mesmo sendo a Rainha do Pop, Madonna viveu um dia complicado em Nova York, nos Estados Unidos. A cantora foi expulsa de uma sala de cinema da Alamo Drafthouse.

A cantora, que foi assistir à estreia do filme 12 Years a Slave (12 anos como escravo, em tradução livre), teria passado grande parte do filme no celular enviando mensagens, para desespero dos outros espectadores.

De acordo com publicação do jornal The Guardian, a cantora se exaltou quando foi chamada à atenção por uma mulher ao seu lado e respondeu: ?São negócios...?.

Conhecida por sua política de tolerância zero ao público mal educado, a cadeia Alamo Drafthouse Cinema, expulsou Madonna da sala. O CEO da Alamo Drafthouse Cinema, Tim League, ainda foi além. ?Até ela pedir desculpa aos fãs do cinema, Madonna está proibida de ver filmes aqui?, escreveu em seu Twitter.

Segundo uma fonte disse à revista US Weekly, Madonna queria muito parabenizar o diretor Steve McQueen. ?Madonna queria muito falar um oi para Steve McQueen e parabenizá-lo pelo filme?.

12 Years a Slave é uma história, baseada em fatos reais, que apresenta Solomon Northup (Chiwetel Ejiofor), um escravo liberto, que é sequestrado em 1841, e forçado por um proprietário de escravos, (Michael Fassbender) a trabalhar em uma plantação na região de Louisiana, nos Estados Unidos. Por fim, ele é resgatado por um advogado (Brad Pitt) 12 anos depois.

Falando em Brad Pitt e Madonna, vale lembrar que, recentemente, a Rainha do Pop contou em uma entrevista que ele teve um sonho erótico com o ator, onde teria, inclusive, um filho dele. Na base da brincadeira, ela chegou a pedir desculpas para Angelina Jolie, esposa de Pitt.

Fonte: O Fuxico