Mais massagistas processarão John Travolta por assédio

Okorocha também revelou ao TMZ que os advogados de Travolta caíram em contradição

O advogado Okorie Okorocha, que representa os dois massagistas que estão processando John Travolta por abuso sexual, disse que outras supostas vítimas podem engrossar a ação contra o ator. A informação foi publicada pelo site TMZ nesta quarta-feira, 9.

Os episódios envolvendo os dois profissionais que entraram originalmente com a ação aconteceram em um hotel em Beverly Hills, em Los Angeles. As identidades dos massagistas estão sendo mantidas em sigilo.

Okorocha também revelou ao TMZ que os advogados de Travolta caíram em contradição. Segundo ele, nas conversas inciais com os profissionais, eles confirmaram que o ator estava em Los Angeles em 16 de janeiro, data em que teria acontecido o primeiro abuso.

Nas conversas posteriores, os representantes do ator passaram a dizer que ele não estava na cidade nesse dia.



Fonte: EGO