Marcelo é o décimo segundo eliminado do No Limite

Marcelo enfrentou alguns momentos de tensão nos 39 dias em que permaneceu no programa

O gaúcho Marcelo Santana Gaya, de 30 anos, é o décimo segundo eliminado do No Limite. Com a maioria votos, o domador de cavalos é o quinto guerreiro a deixar a competição pelo grande prêmio de meio milhão de reais após a formação da tribo Carnaúba. "Eu acho que já estava nos acréscimos", disse.

Marcelo enfrentou alguns momentos de tensão nos 39 dias em que permaneceu no programa. Logo no início da competição, o domador de cavalos recebeu três votos para enfrentar o Portal, mas conseguiu se livrar da indicação.Em seguida, ele prometeu mudar sua estratégia para se entender melhor com os integrantes da Manibu.

Marcelo mostrou desenvoltura em vários momentos no acampamento, como nas pescarias em um lago próximo e ao escalar coqueiros. Seu temperamento fechado e suas habilidades nem sempre agradaram ao grupo laranja. ?Não querem que eu pesque?, disse certa vez, irritado.

Marcelo declarou ainda que sua antiga equipe não sabia como lidar com as adversidades. ?É meio complicado. Gente completamente despreparada pra esse tipo de coisa?, declarou para Osmar, quando estiveram no exílio. Na volta do Exílio,no entanto, deu o colar da imunidade para Rafão,numa jogada arriscada, em que conseguiu escapar daquele Portal.

À medida que o jogo passou a ser individual,seu perfil estrategista se tornou cada vez mais claro. O próprio assumiu que seu jogo era arriscado: "Eu jogo um jogo arriscado pra caramba. E eu gosto disso".

Sua competência como jogador se tornou cada vez mais clara e acabou atraindo os votos dos concorrentes. Marcelo, no entanto, não deixa a competição de mãos abanando. Em uma das provas em que competiu, ele conseguiu ganhar um carro.

Fonte: Globo, www.globo.com