Maternidade investigada por morte de bebês

A notícia das mortes assustou parentes de grávidas e de bebês que estão internados.

Em Maceió, o Ministério Público vai investigar a morte de bebês em uma maternidade pública do estado.

A Maternidade Santa Mônica é a principal referência para mulheres de Alagoas que têm gravidez de alto risco. Ainda assim, no mês de abril, 22 recém-nascidos morreram no hospital. Cinco deles com infecção hospitalar.

A notícia das mortes assustou parentes de grávidas e de bebês que estão internados. A direção do hospital diz que o número de mortes não está acima da média.

saiba mais

?É uma maternidade de alto risco. São crianças muito graves, com má-formação, distúrbios no coração e no cérebro?, diz Rosângela Wyzzonirska, gestora da maternidade.

Uma mulher que prefere não se identificar diz que a filha foi uma das vítimas. A certidão de óbito revela que a criança teve uma infecção não específica.

A Vigilância Sanitária fez uma vistoria no prédio e concluiu que não há um surto de infecção. Mas a Secretaria de Saúde do estado decidiu abrir uma sindicância.

Na unidade de cuidados intermediários do hospital, onde também ficam crianças prematuras, há paredes com mofo. "A direção reconhece as dificuldades. O mofo precisa de reparos, manutenção. Vamos conseguir isso com a reforma?, diz Rosângela.

Fonte: g1, www.g1.com.br