"Me livrei de qualquer pudor", diz Ellen Rocche sobre personagem

"Me livrei de qualquer pudor", diz Ellen Rocche sobre personagem

Ellen ainda revelou que quase não recebia cantadas na rua.

Ellen Rocche, que vive a funkeira Brunetty em Sangue Bom, declarou em entrevista ao site da novela publicada nesta quinta-feira (16), que se livrou de todo e qualquer pudor para compor sua personagem na trama.

?A parte mais difícil e também a mais prazerosa foi me livrar de todo e qualquer pudor, e abandonar o meu senso do ridículo para criar! Criar coisas inusitadas, divertidas, entrar de cabeça no personagem, sem a vaidade da Ellen e abraçar a autoestima da Brunetty?, disse a atriz.

?Quando soube que iria interpretar uma funkeira fiquei muito feliz, mas não imaginava que teria que cantar, mesmo porque a Brunetty é uma mulher-fruta que se envolve em muitas polêmicas na trama (...) Nunca tinha cantado funk, talvez só algum refrão de música, por brincadeira?, continuou ela.

Ellen ainda revelou que quase não recebia cantadas na rua: ?Eu geralmente não recebo cantadas, acho que por causa da minha postura. Sou uma pessoa muito discreta e reservada na minha vida pessoal. Com a novela, o assédio aumentou bastante! Duas coisas engraçadas que ouvi num evento que participei foram: uma menina loira, supermaquiada, de vestidinho justo e saltão dizendo que estava vestida "estilo Mulher Mangaba", e quando passei, um rapaz gritou: ?Só pra mim ela não dá trela!??.

Fonte: UOL