Médico acusado de matar Michael Jackson se envolve em novo escândalo

Murray deve mais de US$ 13 mil de pensão à mulher.

O doutor Conrad Murray, médico acusado de matar Michael Jackson, está envolvido em mais um escândalo. Desta vez, por deixar de pagar pensão a Nenita Malibiran, que seria mãe de um de seus sete filhos. A vara de família de Clark County, Nevada, quer pedir um mandado de prisão e a suspensão de sua licença médica. Segundo o jornal "Las Vegas Review", o médico deveria comparecer a uma audiência para tratar do assunto nesta quarta, 7, o que não aconteceu. Murray deve mais de US$ 13 mil de pensão à mulher.

Fonte: Ego, www.ego.com.br