Mel Gibson finaliza primeiro divórcio bilionário do show biz

Estima-se que o astro de Hollywood terá que pagar R$ 1,4 bilhão para a ex- mulher, Robyn Gibson

Na última terça-feira (28), o astro de Hollywood Mel Gibson e a ex-mulher Robyn chegaram a um acordo no caso de divórcio que se arrastava há dois anos. O ator terá que pagar cerca de US$ 900 milhões, ou R$ 1,4 bilhão, a Robyn. Segundo a agência de notícias Reuters, o acordo inclui um pacto sobre a propriedade que compartilhavam e outros detalhes não foram divulgados.

Um juiz da Suprema Corte de Los Angeles deverá finalizar o divórcio em agosto, afirmou a advogada de Robyn, Laura Wasser, durante a audiência.

Robyn Gibson entrou com pedido de divórcio em 2009 depois de 28 anos de casamento, citando "diferenças irreconciliáveis". O casal se separou dias depois da prisão de Gibson em 2006 por dirigir embriagado quando lançou um discurso antissemita.

Mel Gibson, de 55 anos, foi um dos atores mais rentáveis de Hollywood, faturando prêmios Oscar de melhor direção e filme com "Coração Valente", de 1995. Ele teve sete filhos com Robyn. O ator também tem uma filha de 20 meses de seu antigo relacionamento com a cantora russa Oksana Grigorieva, para quem Mel deverá pagar uma quantia de U$ 15 milhões.

Este não é o primeiro e certamente nem o último divórcio milionário de Hollywood. Outros casais famosos também levaram a briga aos tribunais e, na maioria dos casos, as ex esposas saíram da relação com a conta bancária bem mais recheada.



Fonte: IG