Ministério da Justiça diz que programa de Galisteu tem "conteúdo sexual"

O ministério reclassificou a atração comandada pela loira.

O Ministério da Justiça estuda reclassificar o "Muito+", da Band, por causa de seu conteúdo sexual. A emissora tinha auto classificado o programa como livre para todas as idades. Agora, o ministério indicou a atração de Adriane Galisteu como não aconselhado para menores de 10 anos. Caso suas observações não sejam acatadas, a atração terá de mudar para imprópria para menores de 12 anos e não poderá mais ser exibida à tarde. A Band diz que seguirá adotando as orientações do Ministério da Justiça.



Fonte: Folha.com