Açúcar causa envelhecimento da pele

É possível diminuir os efeitos com alimentação saudável

Doce é sempre uma tentação. Só de pensar em um belo bolo recheado, com uma cobertura bem açucarada já é possível sentir água na boca. Porém, é preciso ficar atento ao açúcar presente nos doces, pois nem sempre fazem bem ao organismo, podendo causar, além do aumento de peso e celulite, as rugas.

Segundo a dermatologista Marcella Delcourt, da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, depois da preocupação com radicais livres e raios UV, o alvo para combater o envelhecimento é a glicação. Esse processo consiste na ligação de moléculas de glicose maléficas às moléculas de proteína saudáveis.

"A glicação ocorre quando uma molécula de açúcar em excesso, por aumento da ingestão ou por lentidão do metabolismo da glicose, se adere a uma molécula de proteína (colágeno, elastina) formando os AGEs, que são um complexo açúcar-proteína rígido que altera a estrutura dessas proteínas, impedindo a eficácia no desempenho de seus papéis mais importantes e, na pele, leva ao aparecimento das rugas", explica a especialista.

Além de alterarem a estrutura da proteína, os AGEs são fábricas de radicais livres que se acumulam ao longo do tempo, piorando seus efeitos no organismo e deixando a pele com um aspecto opaco e envelhecido.

Combate e prevenção

Dieta, suplementos e produtos tópicos são os melhores caminhos contra os produtores de radicais livres. "Laboratórios farmacêuticos estão buscando "limpadores" de AGEs e produtos que impeçam sua formação", explica Marcella Delcourt. "No mercado já existem alguns produtos eficazes a base de carnosina, ácido alfalipóico, extrato de mirtilo e laranja associados ao proxylane, peptídeos associados a vitamina E, silício, FN3RK (enzima capaz de reverter as fibras de colágenos alteradas), ativo vegetal derivado de uma árvore originária da Indonésia e até de uma fruta vietnamita. Algumas substâncias, como o ácido alfalipoico, o silício e proxylane já são encontrados em produtos ou disponíveis para manipulação no Brasil".

Mesmo com a corrida para tentar combater os AGEs, é possível diminuir seus efeitos com hábitos alimentares saudáveis:

- A refeição deve ser iniciada com a proteína (comer primeiro a carne e depois os acompanhamentos);

- Peixes ou frangos à milanesa devem ser feitos à base de nozes, sementes moídas ou farelo de aveia para a crosta;

- Amêndoas e quinua são uma boa pedida para as refeições, da mesma forma que o consumo de maçã também é recomendado (rica em antioxidantes e flavonóides)

- É recomendado ingerir peixes de água gelada (salmão, sardinhas, truta, anchovas e arenque), que são fontes de ômegas-3, além dos ovos enriquecidos (ovos de galinhas alimentadas com uma dieta rica em ácidos graxos Omega 3 - semente de linhaça);

- As fibras também são importantíssimas: feijão, lentilha, ervilha. Agem como estabilizadores do açúcar e ajudam a queimar a gordura;

- Beba 6 a 8 copos de água por dia e prefira alimentos orgânicos;

- Refogue os alimentos em fogo médio e não doure nada, nem proteínas e nem verduras;

- Evite comidas industrializadas, como flocos de milho, salgadinhos, bolachas, ketchup, refrigerantes e alimentos que contêm corante caramelo na sua composição, dentre outros.

- Tome chá verde ou suplementos à base dessa bebida com pro bióticos, antioxidantes e substâncias anti-AGEs de ultima geração na composição (prescritos pelo médico).

Fonte: minhavida, www.minhavida.com.br