Algodão orgânico é opção sustentável para roupas; veja

As diferenças entre o algodão orgânico e o convencional estão na plantação e no manejo.

A badalada estilista Stella McCarterney é considerada eco-friendly (amiga da natureza), ou seja, utiliza em suas criações tecidos recicláveis, tecnológicos e orgânicos. Em julho deste ano, por exemplo, lançou a linha de lingerie Stella toda confeccionada em algodão orgânico. Por isso, ajuda a evitar a poluição do meio ambiente. Como? Deixando de usar o algodão convencional.

As diferenças entre o algodão orgânico e o convencional estão na plantação e no manejo. De acordo com dados do Instituto Ecotece, de São Paulo, 25% dos inseticidas produzidos no mundo são usados na plantação da fibra convencional.

?A indústria da moda é uma das mais poluentes e danosas para o meio ambiente. Para se ter ideia, um quilo de agrotóxico aplicado na lavoura contamina um bilhão de litros de água. Sem contar que 160 gramas desse algodão são utilizados para confeccionar uma camiseta que pesa 250 gramas?, explica Lia Spínola, diretora do Instituto Ecotece que, desde o início do ano, comercializa camisetas em algodão orgânico.

Manejo sustentável

Até antes dos anos 80, a moda mundial era baseada na produção de algodão orgânico. Mas, com o aumento da população e da demanda, a fibra precisou ser produzida em larga escala. ?O algodão é uma planta frágil. Seu ciclo dura quatro meses e ele tem mais de 600 pragas. Para combatê-las, são pulverizados produtos agroquímicos - e isso reflete na colheita. Enquanto conseguimos mil quilos do orgânico por hectare, colhemos de cinco a seis mil quilos do convencional?, explica Maysa Motta Gadelha, diretora-presidente da Coop Natural, empresa produtora de algodão orgânico.

Fios coloridos

Na onda da sustentabilidade, até os algodões orgânicos coloridos naturalmente vem ganhando espaço. Entre as tonalidades mais encontradas estámarrom, rubi e verde. Elas se diferenciam do branco em apenas um aspecto: suas fibras são menores e mais fracas. Mesmo assim, com elas, podem ser fabricados todos os tipos de peças.

?Os algodões coloridos eram considerados uma anomalia. Durante muito tempo foram descartados para não atrapalhar o cultivo do algodão branco. Hoje, muitas marcas voltaram a utilizá-lo?, analisa Maysa. Em breve, o mercado contará também com o algodão de tonalidade azul. ?Mas esse não é orgânico, ao contrário, vem de uma semente transgênica?, garante.

Como comprar

Todas as empresas que trabalham com o algodão orgânico, desde a produção até a confecção das peças, são certificadas. Por isso, como consumidora, observe a etiqueta. Ali estará escrito com que tipo de tecido a peça foi fabricada. Se for algodão orgânico, você também passa a ser uma eco-friendly.

Fonte: Terra