Gracyanne Barbosa mostra como se alongar pode ajudar na saúde

Gracyanne Barbosa mostra como se alongar pode ajudar na saúde

Modelo, que praticou balé quando criança, voltou a se alongar e festeja o resultado, apesar do corpo musculoso: "Os músculos têm memória".

Quem vê Gracyanne Barbosa no alongamento, em poses dignas de uma contorcionista, se impressiona: como uma mulher tão cheia de músculos consegue ser tão elástica? Segundo profissionais de Educação Física, quando mais peso o músculo levanta, mais encurtado e sem elasticidade ele fica. Assim, se o atleta não fizer alongamento, ele corre um sério risco de sofrer contusões.

Ciente dos riscos de lesão e na tentativa de aliviar dores nos tendões e na coluna - provocadas pelo excesso de carga -, Gracyanne resolveu retomar o alongamento. Após dez anos sem se alongar, há dois meses ela contratou um professor, Silvan de Oliveira, especializado em ginástica olímpica. Duas vezes por semana a mulher de Belo segue à risca os exercícios prescritos por ele em uma academia. ?Fazer alongamento é bom para todo o corpo. Principalmente para mim, que pego pesado. Protege os tendões, melhora o desenvolvimento dos meus músculos e alivia a dor ciática?, diz ela.

O tempo que passou se dedicando apenas à musculação pesada não fez seus músculos esquecerem da elasticidade do passado. Isso graças ao balé clássico que Gracy praticou durante a infância. ?Os músculos têm memória. Hoje, se meu tempo é curto, troco a musculação pelo alongamento?, diz ela.

O professor Silvan ressalta a importância do alongamento na rotina de exercícios. ?O alongamento serve como prevenção. É como se fosse o óleo que lubrifica o carro. Deixa os músculos alongados, elásticos e dá longevidade para andar e se locomover. A idade é cruel e digo que é preciso ter vida longa com saúde. Não adianta alongar mais velho. O alongamento é um processo que se deve começar o mais cedo possível e não deve ser interrompido nunca?, ensina.

Fonte: EGO