Ana De Biase, ex-"Caldeirão", conta como mantém seu corpo mais sarado

A loira, que ficou conhecida como a Salva-Vidas do programa há dez anos, treina com personal virtual e afirma: "Estou melhor que aos 24"

No verão de 2004, ela fazia o público masculino perder o fôlego diante de seu maiô vermelho cavadão. Dez anos depois, Ana De Biase, que ganhou fama como a Salva-Vidas do "Caldeirão do Huck", ainda tem potencial para parar uma praia inteira. Aos 34 anos, a loira capixaba exibe uma silhueta sequinha e dispara: "Estou melhor que aos 24, quando trabalhava na TV. Em todos os sentidos. Estou mais madura, meu corpo está do jeito que eu quero. Não mudaria mais nada nele", orgulha-se.

O gosto pelos exercícios não é de agora. Ana frequenta a academia desde os 14 anos. Ou seja, a moça vem malhando durante duas décadas! Mas ela própria admite que de alguns meses para cá conseguiu otimizar os exercícios e aprendeu a se alimentar de forma mais saudável. "Eu comia muita besteira antes e de forma errada. Não faço nada muito radical. Dou preferência a carnes magras, frutas e verduras e como mais proteína que carboidrato", descreve Ana, que também viu seu corpo mudar e eliminar gordura após começar um treino virtual com Roberto Bueno, o Coach Bueno, que bomba nas redes sociais com treinos personalizados e à distância: "Foi impressionante como as orientações dele me fizeram secar e tornear o corpo sem ficar muito musculosa, porque não acho bonito mulher que tem aqueles gomos na barriga, pois ficam masculinizadas".

Em oito meses, Ana perdeu gordura e passou dos 52kg para os 56kg só ganhando massa muscular. A disciplina imposta pelo personal é rígida. Mas eles não se encontram. Tudo é monitorado virtualmente. "Mando fotos para ele, e ele muda a minha série conforme meus objetivos e avanços. Aprendi, por exemplo, um truque. Quando preciso fazer fotos de biquíni ou lingerie, faço o que ele chama de aeróbico em jejum. Às seis da manhã, vou para a esteira ou bicicleta e fico meia hora. Isso faz uma diferença absruda no abdômen. Em uma semana já dá para perceber a mudança", conta.

Ana vai à academia religiosamente seis dias por semana. Quando não consegue, se exercita com os aparelhos que tem em casa. "Às segundas, quartas e sextas faço spinning. Terças, quartas e sábados, transport e corrida, ou na esteira ou na areia fofa. Malho cerca de duas horas. Uma hora é para a musculação, e alterno dias para abdômen e glúteo, e em outros pernas", enumera ela, que ainda arruma tempo para aulas de muay thai.

Aos domingos, Ana faz o que chama de "Dia do Lixo". "É meu dia de comer pizza, chocolate, beber uma cervejinha. Se a gente radicaliza demais, perde os prazeres da vida. Não sou neurótica a esse ponto", observa.

A barriga sequinha pode, em breve, perder o status de negativa. É que Ana, casada há 13 anos com o empresário João Tristão, está louca para ser mãe. "Já paramos de evitar, agora está nas mãos de Deus mesmo", revela ela, que é formada em Jornalismo e tem planos para apresentar um programa de turismo e esportes radicais em uma emissora do Espírito Santo.


Ana De Biase, ex-

Ana De Biase, ex-

Ana De Biase, ex-

Ana De Biase, ex-

Fonte: EGO