Aos 38 anos, ex-paquita exibe sua boa forma e revela:"Me sinto melhor agora"

Com disciplina para fazer exercícios e alimentação saudável, Cátia Paganote não passa dos 60kg e mantém os músculos torneados

Seguir à risca a disciplina que Marlene Mattos exigia foi crucial para que Cátia Paganote jamais se descuidasse do corpo. A moça, para quem não se lembra ou não é da época, era uma das paquitas do "Xou da Xuxa", a única com uma vasta cabeleira encaracolada. Os cabelos continuam os mesmos, e a silhueta também. Na verdade, melhor. "Eu sempre tive tendência a emagrecer, era bem magrinha na época. Ganhei mais corpo quando amadureci", conta ela, que, aos 38 anos, deixa muita adolescente na sola da botinha que costumava usar.

O gosto por atividade física vem de muito tempo. Cátia malha há 19 anos! "Sempre frequentei a academia, mas nunca fui neurótica. O máximo que parei foram seis meses. Mesmo quando dou um intervalo, volto em seguida. Malho todos os dias e, às vezes, sábado e domingo", diz ela, que é adepta da aeróbica e musculação: "Não faço nada além disso. Estas modalidades novas que estão na moda nunca fiz. Gosto dos benefícios que a velha e boa ginástica me traz. Me sinto melhor hoje do que quando mais jovem".

Obviamente, a moça, que hoje trabalha como fotógrafa e fazendo shows pelo Brasil em festas que relembram os anos 1980, não sai por aí comendo tudo o que vê pela frente. "Durante a semana mantenho uma alimentação balanceada, com salada, carne magra. No almoço e jantar. Não dá para manter um corpo sarado se entupindo de fast food. Mas tem dias que eu quero comer besteira e intensifico a academia no dia seguinte. A chave é ter equilíbrio", explica ela, que tem 1,68m de altura e pesa de 55kg a 60kg, o mesmo de quando era paquita.

Cátia, mãe de Valentina de 4 anos, conta que jamais seguiu uma dieta restrita ou criou muitas regras de alimentação. Come comedidamente e vem dando certo. "Como uma colher de arroz e não três, por exemplo. Na pré-adolescência, dei uma engordada e aprendi a equilibrar as coisas. Então, passei a ter uma relação racional com a comida e a gostar de ir à academia", diz ela, que malha na Rio Sport Center, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

A ex-paquita também não é de ficar horas de aparelho em aparelho. Uma horinha intensa e pronto. Para melhorar o condicionamento e tornear o corpo, ela tem o auxílio do personal trainer Rodney Gonçalves, que trabalha com bola de pilates e movimentos do crossfit: "Malhar, acima de tudo, tem que ser prazeroso. Se a pessoa não gosta de determinado exercício, não vai conseguir tirar proveito dele. Meu conselho é que procurem uma atividade com que se sintam bem".


Aos 38 anos, ex-paquita exibe boa forma e diz:

Aos 38 anos, ex-paquita exibe boa forma e diz:

Aos 38 anos, ex-paquita exibe boa forma e diz:

Fonte: EGO