Os benefícios que a melancia traz para a dieta

O ideal é mantê-la em seu cardápio por no mínimo, duas semanas

No calor, nada melhor que comer algo com poucas calorias como sobremesa. Além dos efeitos refrescantes e saborosos da melancia, existem outros cinco importantes motivos de adicionar essa fruta em sua dieta. O ideal é mantê-la em seu cardápio por no mínimo, duas semanas. Confira quais são os benefícios: 1. Dieta de desintoxicação A melancia é composta por 95% de água. Em dietas de desintoxicação, você está autorizado a consumir até dois quilos de melancia, com a recomendação importante: a última “refeição” deve ser antes das 19h. Além disso, é proibido associar a melancia com carnes, alimentos enlatados ou fritos porque pode causar indigestão. Para eliminar a constipação, coma duas fatias de melancia pela manhã e mais nada por duas horas. 2. Propriedades anti-cancerígenas O licopeno, substância que proporciona a cor vermelha da melancia, é muito eficiente na prevenção do câncer. Sementes de melancia estão cheias de “gorduras boas” e magnésio. Além disso, têm alguns outros nutrientes que melhoram a visão. 3. Curvas definidas A melancia não tem colesterol nem gordura. Em 100 gramas de fruta, são apenas 25 calorias. Para manter as curvas, escolha dois dias da semana em que somente consumirá melancia e água mineral. Nos outros cinco dias, troque uma refeição por um grande pedaço da fruta. Mas não se esqueça de manter uma dieta equilibrada com proteínas e lipídios também. 4. Limpeza dos rins A melancia tem grande quantidade de potássio, que é ótimo para limpeza dos rins, e muitos antioxidantes, que ajudam a mantê-los saudáveis. Além disso, a melancia reduz a quantidade de ácido úrico no sangue, diminuindo o risco de cálculo renal. 5. Protege o coração Melancia tem a capacidade de reduzir a pressão sanguínea e temperatura corporal. Por isso, recomenda-se consumir melancia em dias quentes, porque reduz o risco de ter um derrame. O licopeno auxilia o coração a funcionar melhor e beta-caroteno mantém seu coração jovem e previne as doenças cardíacas normais que vêm com o passar dos anos.

Fonte: Abril, www.abril.com.br