Alta costura: Brasileiro Gustavo Lins apresenta coleção em Paris

O couro apareceu por inteiro, em trenchcoats amplos, ou apenas em acabamentos, misturado à seda.


Brasileiro Gustavo Lins apresenta coleção em Paris

Com referências que iam da porcelana francesa às pedras brasileiras, o estilista mineiro Gustavo Lins apresentou sua nova coleção nesta terça-feira (22), em Paris, dentro da programação da semana de alta costura.

Resultado de uma parceria entre Gustavo Lins e a manufatura nacional de Sèvres, um vestido-escultura de porcelana se impunha, luminoso, no centro da passarela. A parceria, iniciada em 2011, já havia resultado nos acessórios em porcelana da última coleção da marca. Desta vez, os acessórios foram desenvolvidos pela Maison Goossens, em Paris, usando pedras brasileiras ? como o quartzo, o topázio e a turmalina negra ? em pingentes e braceletes em prata e ouro branco.

Em entrevista ao Terra, após o desfile, Gustavo Lins contou que as pedras não foram o único toque brasileiro na coleção. ?As cores e, claro, as costas de fora também são uma influência brasileira?, disse o estilista, natural de Minas Gerais e radicado na Europa há mais de 20 anos. Para os vestidos de noite, o estilista apostou nas costas nuas, usando grandes retângulos de seda presos ao pescoço, lembrando pareôs.

O couro apareceu por inteiro, em trenchcoats amplos, ou apenas em acabamentos, misturado à seda. Cashmere, flanela e pele também foram usados nas peças, conferindo um tom de conforto às silhuetas estruturadas. A coleção também misturou referências dos guarda-roupas masculino e feminino, com casacos oversized usados com cintos marcando a cintura.

Fonte: Terra