Bündchen: "Nunca fiz plástica, nem senti necessidade"

"Adoraria ter mais filhos, mas não neste momento", disse ao Estadão.



Em entrevista à coluna Direto da Fonte, do "Estadão", Gisele Bündchen falou sobre beleza, carreira e filhos.

Plásticas

"Nunca fiz plástica, nem senti a necessidade de fazer alguma intervenção. Não sei como vou me sentir mais pra frente, mas no momento me sinto bem comigo mesma. A minha mãe tem 64 anos e se chegar lá como ela, ao natural e linda, estarei feliz. Acho que cada pessoa deve fazer o que a faz sentir-se bem. Acredito ser essencial para a pele e para o bem-estar geral levar uma vida saudável, exercitar-se, comer bem, estar de bem consigo mesma."

Maternidade

"Depois de quase 15 anos trabalhando, já me sentia realizada profissionalmente, conheci o homem da minha vida, casamos e decidimos que estávamos prontos para iniciar a nossa família. Depois da maternidade minhas prioridades mudaram. Tive muitas inseguranças no início, queria fazer o melhor para o meu filho, mas não sabia se o que eu estava fazendo era o melhor. Com o passar do tempo fui ficando mais confiante. Nada é mais importante hoje do que ser a melhor mãe para ele."

Adoção

Adoraria ter mais filhos, mas não neste momento. Adotar é uma conversa que teria que ter com meu marido, mas adoraria.

O segredo do sucesso

"Desde o início da minha carreira nunca fui considerada uma beleza comercial, com traços perfeitos. Era do tipo mais exótica, pois tenho traços fortes. No início foi até difícil ficar bem nas fotos. Com o tempo tive que aprender sobre luz e quais os ângulos que funcionavam melhor pra mim. O meu forte era a passarela. Sempre fui super profissional, a primeira a chegar ao trabalho e, se tinha que ficar 15 horas pulando de salto alto, fotografando no frio de biquíni ou no deserto com calça de couro e casaco de lã, estava sempre disposta, de bom humor e dando o melhor de mim. Sempre fui grata pela oportunidade que estavam me dando de poder estar ali trabalhando."

Daqui dez anos...

Espero estar com saúde para continuar trabalhando nas coisas que acredito. Cuidando dos meus filhos, indo aos seus jogos de escola. Sempre tive um sonho. Quero morar numa chácara no interior, com animais, árvores frutíferas e um lago. Vamos ver se daqui a dez anos consigo realizá-lo.

Fonte: Ego, www.ego.com.br