Cabelos curtos, como da Débora Falabella, são faceis de arrumar

As vantagens em apostar em um visual como o de Nina, personagem de Débora Falabella em Avenida Brasil, são tantas que pode valer o risco de acertar.

Mudar o visual é sempre um desafio. E nisso os cabelos tem um peso bastante grande. Eles falam muito sobre a nossa personalidade e ajudam a compor o nosso estilo. De cabelos longos ou médios para o curto pode ser uma grande mudança. Mas, segundo o cabeleireiro Eduardo Guedes Luz, as vantagens em apostar em um visual como o de Nina, personagem de Débora Falabella em Avenida Brasil, são tantas que pode valer o risco de acertar.

?Cabelos curtos são versáteis e fáceis de arrumar além de representar uma economia em todos os sentidos?, afirma o profissional. Os cortes são variados e dependem do formato do rosto, da estrutura do fio e, claro, da preferência de cada uma. ?Cabelos curtos ficam ótimos em rostos magros e triangulares?, ensina. Pode ser desfiado, em camadas ou repicados. Para Guedes, isso vale para todos os tipos de cabelo, crespos, volumosos, mais finos e lisos. Já sobre o desenho do rosto, Mas antes de decidir adotar o novo estilo é preciso considerar o formato do rosto.

Outro ponto positivo do cabelo curto é a saúde do fio. ?Um fio entre 15 e 20 centímetros, que vai até a altura da ponta da orelha mais ou menos, protege a cutícula de desgastes de tração, como contra o travesseiro, encostos de cadeira e prendedores?, diz o cabeleireiro.

Um cabelo mais saudável é naturalmente mais bonito e exige menos preocupação e cuidado na hora de sair de casa. Por isso, o profissional acredita que os cabelos curtos tendem a ganhar cada vez mais adeptas. ?Depois de dez anos seguindo a tendência de muito investimento em química, tintura e escovas progressivas, agora a tendência é a valorização do natural?, conclui.

Fonte: iTodas