Cantoras aderem ao corte "joãozinho". Saiba como tratar os cabelos curtos

Beyoncé, Rita Ora e Rihanna abandonaram o megahair e voltaram a exibir os fios naturais, que demandam cuidados como corte regular e hidratação.

Não se sabe exatamente se é uma tendência, mas as cantoras badaladas da cena pop mundial decidiram aderir ao cabelo curtinho. Beyoncé provocou comoção nas redes sociais ao postar no Instagram o novo estilo "joãozinho" que adotou recentemente. Rihanna também voltou a exibir os cachos em um curtinho que lembra os cortes dos anos 1980 e disse que ainda tentava se acostumar ao novo visual.. E Rita Ora, mais uma da ala pop, passou a tesoura no megahair e entrou para o time das novas "joaninhas".

Para ostentar cabelos curtos tem que ter personalidade e rosto simétrico. O que não falta ao trio. Mas o visual cool exige tantos cuidados quanto quem joga o cabelão por aí. "Todo mês o cabelo vai precisar de manutenção, pois perde o corte com muita facilidade. Os fios vão crescendo e ficam mais volumosos", descreve a cabeleireira Margareth Soares, do salão Werner Dias Ferreira, no Rio de Janeiro.

Ou seja, para manter a estrutura do corte "joãozinho" deve-se ir ao salão mensalmente ou, no máximo, em um mês e meio, para não ficar com cara de desleixada. Nada pior do que aquelas pontas que começam a crescer e ficam sem lugar certo no rosto. Se os fios levam coloração, a tinta tem que acompanhar a dinâmica do corte. Ou seja, submeteu-se à tesoura, tinta na hora. "Caso contrário, o cabelo ficará bicolor. A dica é investir em luzes que necessitam de retoques menos frequentes. Mas lembre-se, elas não servem para cobrir os cabelos brancos?, afirma Daniel Oliveira, da Ophicina do Cabelo, também no Rio.

Outro cuidado superbásico é adotado no chuveiro mesmo. Como o curtinho tende a parecer mais oleoso que o compridão, principalmente para quem já sofre com a oleosidade, deve-se evitar o uso de condicionadores, já que eles quase sempre são passados diretamente no couro cabeludo. "Caso os fios estejam muito embaraçados, use uma quantidade quase insignificante e só nas pontinhas?, alerta a cabeleireira Ana Paula Nesi, do salão carioca Sonia Nesi.

Como o condicionador deve ser evitado, é indispensável o uso de um bom finalizador. Mas esqueça os que são à base de óleo, pois vão provocar a mesma estética "boi lambeu" que os condicionadores. Leave-in e spray de brilho, que são oil free, são os melhores investimentos, assim como a mousse e o gel, caso queira dar uma cara mais moderninha ao corte. ?Sempre recomendo o uso de pomadas de finalização seca para os fios mais lisos e uma mousse para os cabelos ondulados?, explica a terapeuta capilar Lela Athanásio, do Crystal Hair Ipanema.

Não é porque os fios são curtinhos que não precisam de cuidados especiais para evitar o ressecamento. A cada 15 dias é recomendado uma hidratação. E para quem quer mostrar seus curtos com orgulho, deve-se passar longe das escovas progressivas, pois elas podem mudar o corte original.


Cantoras aderem ao corte

Cantoras aderem ao corte

Cantoras aderem ao corte

Fonte: EGO