Com vestidos ousados, famosas passam do sexy ao vulgar; veja

A atriz Kate Hudson virou assunto recentemente ao usar um longo Versace.


Com vestidos ousados, famosas passam do sexy ao vulgar

As famosas não têm medo de ousar no tapete vermelho. Elas apostam em cortes, recortes, fendas e transparência e chamam atenção quando chegam aos eventos mais badalados. Algumas delas usam esses artifícios para deixar um look elegante mais sexy, mas outras apelam e passam para a vulgaridade.

A atriz Kate Hudson virou assunto recentemente ao usar um longo Versace na première de The Reluctant Fundamentalist, na Itália. O modelo totalmente recortado deixava todas as suas curvas à mostra, já que impedia o uso de lingerie. Mais discreta, a atriz Emma Watson foi destaque em um evento em Nova York ao usar um vestido com o já famoso decote side boob, que tem a cava das mangas profundas e faz com que a lateral de fora dos seios fique levemente à mostra.

Mas é preciso tomar cuidado ao usar um modelo que "valorize demais" o corpo. Segundo a consultora de imagem e estilo Luciana Ulrich, mulheres que têm muitas curvas ou estão fora do peso podem ficar vulgares ao escolherem um vestido desses, perdendo a beleza e o glamour que gostariam de mostrar com a peça. "Tudo depende muito do corpo da pessoa. Pessoas mais longilíneas, com menos curvas, conseguem ficar elegantes", disse.

Para ela, as atrizes usam modelos que causam polêmica para realmente chamar atenção da mídia e dos fãs. "Na vida real nem sempre funciona. Quando a gente olha o look, acaba focando só nas transparências do vestido e não no todo, muito menos na pessoa que está usando", destacou.

Algumas famosas, como por exemplo a cantora Paula Fernandes, são conhecidas por aparecerem com looks sexy. Mas é importante saber a medida certa. "É muito fácil perder a noção desse limite. É importante dosar o glamour e a sensualidade, pois a pessoa acaba chamando atenção por este excesso e não pela beleza. O corpo da Paula é cheio de curvas e não precisa desses artifícios para chamar atenção", acrescentou.

O segredo para aquelas que gostam de sensualizar no visual é escolher um detalhe mais simples e saber dosá-lo. "Por exemplo, se usar transparência, escolha um modelo sem fenda e não muito justo. Já se a escolha for um vestido com uma fenda acentuada, deixe de lado o decote e a transparência. O segredo está em insinuar e não mostrar demais. Lembre-se que menos é mais", detalhou.

Para Luciana, o modelo escolhido pela top Izabel Goulart para ir ao MATE Foundation, em Lima, passou do limite. O vestido, totalmente decotado, tinha uma fenda que mostrava mais do que deveria. "Mesmo seu corpo permitindo essa escolha, ela abusou demais." A consultora ainda alerta que as "mulheres reais" podem fazer feio se escolherem um modelo ousado demais para uma festa, "Vai transmitir uma imagem de vulgaridade, não de sensualidade", finalizou.

Fonte: Terra