Aprenda a controlar os fios arrepiados do cabelo, o "famoso" frizz

Aprenda a controlar os fios arrepiados do cabelo, o "famoso" frizz

Os fios arrepiados precisam sair de cena o quanto antes e os tratamentos devem entrar em ação.

Se você convive, a duras penas, com o frizz da cabelo é bem provável que a situação piore ainda mais nesta época do ano. Além dos fatores nocivos do dia a dia ? poluição, vento, sol, umidade ?, é comum usarmos, no inverno, secadores e chapinhas. E o que falar dos banhos quentes e demorados? Mas, para conquistar o liso perfeito que apareceu recentemente nas passarelas das semanas de moda, os fios arrepiados precisam sair de cena o quanto antes e os tratamentos devem entrar em ação.

?A estrutura que mais sofre é a cutícula, a camada mais superficial. Ela regula a entrada e saída de água da fibra capilar e oferece função de barreira contra agentes externos?, explica Juliana Carnevale, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. ?Nos cabelos saudáveis, a cutícula apresenta um padrão regular, preservando as moléculas de água e proteínas, e mantendo o fio resistente, hidratado e com brilho?.



As madeixas danificadas exibem escamas abertas, o que provoca perda de brilho, umidade e resistência. A superfície da célula se torna rugosa e o fiozinho fica poroso. O resultado disso tudo é cabelo opaco, frágil, com pontas que se separam em partes (a famosa ponta dupla) ou que se quebram facilmente. E como a cutícula está prejudicada, sujeira e resíduos podem se alojar entre as escamas.

O problema atinge qualquer tipo de cabelo, seja ele liso, cacheado ou crespo, basta estar com os fios ressecados e sem tratamento. Entendeu por que o quebradiço deixa o visual arrepiado?Ernane Victor, hairstylist e educador do Centro de Formação e Especialização D?Victor, em São Paulo, e o cabeleireiro Diogenes Saga entregam as dicas para prevenir - ou remediar - a aparência descuidada do cabelo.

Como domar o frizz

Hidrate bem os fios. Condicionadores e máscaras contêm compostos com a função de neutralizar as cargas negativas acumuladas. "Além de reduzir a eletrostática, o efeito anti-frizz melhora a penteabilidade e flexibilidade?, explica Juliana. Alguns bons ativos hidratantes: óleos de argan, de coco e de amêndoas doces, d-pantenol e manteiga de karité.

Vale recorrer a produtos com capacidade reconstrutora, que devolvem massa à fibra. Os fios alisados por processos químicos também são os grandes beneficiados. Ernane dá a lista de componentes com essa função: colágeno, ceramidas, queratina, creatina, cisteína e sericina. ?São ótimas opções, principalmente para quem apresenta cacheados, crespos ou ondulados".

Abuse de protetores térmicos, especialmente se for inevitável o uso de secador e chapinha. ?Nestes casos, aplique o leave-in termoativado, que oferece substâncias hidratantes ao serem aquecidas e formam uma película em volta do fio?, orienta Diogenes.

?Gosto dos xampus sem sal?, destaca Ernane Victor. Como ele, outros cabeleireiros recomendam o produto para fios danificados por processos químicos ou colorações porque são menos agressivos. ?A função do sal é fazer espuma e encorpar o produto e, pelo que observo, pode causar ressecamento do couro e do cabelo.? O expert também sugere usar itens adequados às condições capilares: linhas para coloridos, danificados, secos, alisados...

As hidratações em casa são essenciais. ?São manutenções simples, rápidas ? algumas feitas durante o banho, em um minuto ? e que dão ótimo resultado?, diz Diogenes

Os tratamentos oferecidos em salões de beleza oferecem uma força extra para o visual e resolvem o frizz. Se você não consegue se distanciar dos secadores e chapinhas para ficar com fios lisos, talvez seja indicado procurar por alisamentos mais duradouros. Há opções no mercado sem o nocivo formol e que deixam os cabelos com cutículas alinhadas

Fonte: UOL