Como evitar manchas na pele durante o verão

A especialista é categórica em afirmar que frutas são um risco à saúde e aparência da pele

Sempre se ouviu que frutas e outros produtos, como perfumes, causam manchas na pele se exposta ao sol com essas substâncias. A afirmação é verdadeira em relação às frutas, mas variável no caso dos perfumes.

A informação é da dermatologista Ediléia Bagatin, professora adjunta do Departamento de Dermatologia da Unifesp. A especialista é categórica em afirmar que frutas são um risco à saúde e aparência da pele, assim como plantas em geral. "Por isso fórmulas caseiras, que ganham destaque de tempos em tempos, são proibidos. É impossível a pessoa saber se há nelas substâncias que causam manchas", afirmou.

Cosméticos

Fora isso, em relação a cosméticos em geral, as manchas na pele são causadas devido à ação do sol sobre a pele irritada. Não é o produto em si que provoca as marcas, que ocorrem em decorrência de uma inflamação. Por isso, a recomendação é não usar nenhum cosmético novo antes de tomar sol.

"Sempre faça um teste antes, aplicando o produto pelo menos duas vezes ao dia durante três a cinco dias. Pode ser na parte interna do braço onde a pele é mais clara", disse a professora. "Se usar numa área grande e causar irritação pode ter manchas por processo inflamatório." Isso vale até para produtos considerados incompatíveis com o sol, como ácidos e perfumes.

"Não mancham, não têm relação direta com isso, apenas se causaram irritação à pele", afirmou. Portanto, se quer usar perfume antes de tomar sol, está liberado desde que não sinta nada diferente. E se perceber qualquer reação discreta, mesmo uma coceirinha, não use. Autobronzeadores

Outro problema relacionado a manchas ocorre com o uso de produtos autobronzeadores. Aí a questão está mais ligada à ausência de fator de proteção solar elevado, o que deixa a pessoa muito exposta aos efeitos dos raios sobre a pele. "Geralmente têm cor amarelada que impregna na pele e depois sai.

Não causam manchas, mas o principal problema é não oferecer proteção e não estimular o bronzeado de forma segura", disse Ediléia Bagatin, que recomenda também espalhar bem o produto, para não causar manchas provocadas pela pigmentação não uniforme.

Fonte: Abril, www.abril.com.br