Confira nova técina de alisamento sem formol

O segredo da blindagem é o silicone, que fecha as escamas dos fios

Cabelo hidratado, sedoso e protegido das agressões externas. É esse o resultado da blindagem, uma técnica que não usa química para mexer na estrutura dos fios. O produto é a escolha das mulheres que não querem expor as madeixas a escovas progressivas ou alisamentos definitivos que levem formol.

O silicone da blindagem age na parte externa dos fios, a cutícula. Ela é a responsável pelo brilho e pela maciez do cabelo. ""Com as escamas seladas, ele não arrepia e fica liso e disciplinado"", explica o cabeleireiro da marca Cem por cento ever, Samuel Henrique. O procedimento leva em média uma hora.

Dependendo do tipo de cabelo, a mulher pode ficar até seis meses sem precisar de retoques. E o melhor: a raiz não fica oleosa! . Quanto custa Em média, R$ 120. . Manutenção De um a seis meses, dependendo do tipo de cabelo. . Marca Cosméticos Cem por cento ever. Tel.: (48) 4104-0904 . Indicação Qualquer tipo de cabelo, mesmo com química ou tintura. .

Vantagens O produto é totalmente legalizado e não leva formol. Ele utiliza somente silicone, que reduz o volume e o ondulado do cabelo. . Contraindicações Não existem. O produto só causará problemas se a cliente tiver alergia a algum componente da fórmula. Faça o teste na nuca ou no antebraço. .

Venda O produto só é comercializado para profissionais. ""Fiz há seis meses e ainda não preciso de retoque"" ""Cheguei ao salão disposta a raspar o cabelo. Queria ficar careca, mesmo. Estava cansada de gastar uma fortuna em hidratações e escovas nos finais de semana.

Quando chegava o domingo, meu momento de terror: eu tinha que lavar o cabelo, e ele voltava a ser armado e espigado. Eu nunca andava com os fios soltos durante a semana. Por indicação de uma amiga, resolvi fazer a blindagem. Fui atraída pelo preço. Como meu cabelo é supercomprido, sempre ouvi dizer que seria caríssimo pra eu alisar.

A primeira vez que fiz o procedimento foi em 2008, e nunca mais parei. Cheguei a fazer uma vez por mês, com medo de que meu cabelo voltasse a ser volumoso como antes. Aí, meu cabeleireiro disse que eu estava desperdiçando dinheiro. Depois desse toque, a última vez que fiz foi há seis meses, e ainda não precisei retocar. Estou muito feliz longe da escova e da chapinha!""

Fonte: Abril, www.abril.com.br