Confira soluções para se livrar das varizes

Mesmo protegidas por meias e botas, pernas com varizes não podem ter seus cuidados desvalorizados no inverno

Estima-se que uma a cada cinco mulheres tenha problemas vasculares. Segundo a Dra. Tânia Antonialli, fisioterapeuta Dermato-Funcional, existem diversos fatores que influenciam o aparecimento dos temidos vasinhos, como hereditariedade, hábitos alimentares, postura (ficar muito tempo sentado ou em pé), excesso de exercícios físicos, tabagismo, gravidez ou até mesmo, o uso de anticoncepcionais.

Muitas mulheres têm dúvidas sobre o aparecimento dos vasos e varizes. Para ajudá-las a solucionar esse dilema, a Dra. Tânia esclarece algumas dúvidas:

Drenagem Linfática: ajudar ou atrapalha?

Quando realizada de maneira correta, ou seja, com movimentos e pressão leve, seguindo o trajeto do sistema linfático, ajuda a diminuir o inchaço, a sensação de pernas cansadas e a dor, ela favorece o retorno sanguíneo. Ela pode ser realizada como tratamento e prevenção de varizes. Mas é importante sempre procurar um médico, pois existem algumas contra indicações como, por exemplo, a trombose venosa profunda.

Meias compressoras ajudam?

Elas ajudam a diminuir o inchaço nas pernas, principalmente em pessoas que passam muito tempo de pé ou sentadas. Mas, assim como no caso da drenagem, o uso da meia deve ser feita com indicação de um médico vascular.

Os exercícios físicos são recomendados?

Quando praticados de forma moderada ajuda a prevenir o aparecimento dos vasos e varizes, devido à contração muscular que favorece o retorno do sangue ao coração. A falta ou excesso de atividade física, feita com esforço muito grande favorece o aparecimento das varizes.

Cera quente aumenta os vasos e varizes?

Não, o que ocorre neste caso é que quando a pessoa fica exposta há uma temperatura de calor excessivo pode dilatar as veias. Mas, como a depilação é um processo rápido, ela não pode ser o fator principal para o seu surgimento.

Fonte: Abril, www.abril.com.br