Conheça alimentos que prolongam o efeito bronzeado na pele

Ricos em betacaroteno, alguns alimentos proporcionam tom bronzeado duradouro.

Grande parte das mulheres gosta de ter a pele bronzeada e, quando chega o verão, querem logo ir à praia pegar um sol. Mas a exposição aos raios UVA e UVB exige cuidado, então é válido investir em uma alimentação rica em betacaroteno, que auxilia a formação de melanina, um pigmento que além de fornecer uma coloração bonita para a pele, também a protege e prolonga o bronzeado. ?Legumes, frutas e verduras de cor alaranjada ou verde-escuro são ricos em betacaroteno, como abóbora, batata-doce, beterraba, cenoura, mamão, manga, agrião, brócolis, couve, espinafre e repolho?, conta a nutricionista Mirian Nogueira Martinez, do Hospital e Maternidade São Luiz.

Se quer ver resultados no tom da pele, é importante ingerir esse tipo de alimento aproximadamente 20 dias antes de tomar sol. ?A exposição saudável ao sol é necessária para ativar a melanina, substância responsável pela coloração da pele?, ressalta a médica. O ideal é consumir de 15 a 25mg/dia de alimentos que contenham betacaroteno, o equivalente a mais ou menos duas cenouras e um mamão papaia.

Como tudo em excesso pode ser prejudicial, alimentos ricos em betacaroteno também podem conferir um aspecto alaranjado para a pele se forem consumidos em quantidades exageradas. ?Para saber se você está ingerindo a substância em excesso, olhe com atenção as palmas das mãos. Se estiverem amareladas, é sinal de acúmulo. Os carotenóides também tendem a se depositar em áreas mais oleosas do corpo, como a testa e as costas?, alerta Mirian. Para reverter a aparência, basta suspender o consumo dos alimentos carotenóides e o efeito sumirá com o tempo.

Uma alimentação balanceada é fundamental para manter o corpo saudável por dentro e por fora, ?assim como tomar todos os cuidados com a exposição solar, como os horários adequados e tempo de exposição, além do uso de filtro solar com reaplicação. Mais importante que o bronzeado é a saúde de sua pele? conclui a nutricionista.

Fonte: UOL