Copa do Mundo influenciará vitrines de lojas

Copa do Mundo influenciará vitrines de lojas

Dois temas que a princípio não têm nada a ver com o outro se comunicam entre eles mais do que pensamos

Há pouco mais de um mês do início da Copa do Mundo, na África do Sul, as vitrines das lojas já começam a entrar no clima para atrair consumidores. Dois temas que a princípio não têm nada a ver com o outro, Copa do Mundo e vitrine de lojas, se comunicam entre eles mais do que pensamos.

"A alegria de um jogo vencido interfere na autoestima, faz o brasileiro acreditar mais no futuro e se arriscar mais. Quando o país se destaca em algo, aumenta o potencial de consumo, e isso vale não só para a Copa, mas para diversos outros eventos", disse Patrícia Rodrigues, proprietária da Vitrina & Cia, empresa de visual merchandising.

Patrícia explica que, para construir uma vitrine e alavancar vendas, é necessário estudar o perfil do consumidor de cada segmento, o que ele sente, vivencia e como se sente gratificado. "Diferente de cinco anos atrás, onde essa especialização era novidade, hoje isso está em fase de amadurecimento. Mas cuidado, pois a vitrine deve nos dar sensações e apresentar clareza para uma positiva reação à ação criada no ponto de venda."

Copa High Tech

Para aproveitar a Copa, as vitrines não têm como fugir da explosão de cores do país, das bandeiras e da bola de futebol. Mas apostar também em neons e materiais mais tecnológicos pode ser um golaço. "Com relação à tecnologia de vitrinas, podemos citar as projeções holográficas e a interatividade. Essa interatividade ocorre tanto entre produto e o ambiente cenográfico, como entre a vitrine e o público. E algumas vitrines, para conseguir isso, lançam mão do que há de mais high tech", disse Patrícia.

Outra vertente tecnológica nas atuais vitrines é o uso da interatividade através do touch screen. "Mas este recurso ainda está sendo desenvolvido, pois um dos propósitos é o de atrair o público para dentro da loja", afirmou a empresária, que explicou, ainda, que o conceito de modernidade é mais que isso. "Moderno hoje em dia é também passar o conceito de sustentabilidade, com o uso de materiais ecologicamente corretos".

Vitrine errada

Os erros mais comuns que podem acontecer na montagem de uma vitrine são:

-Aparência de abandono por mal acabamento

-Falta de iluminação

-Excesso de produtos

-Mesma ambientação por muito tempo

-Desatualização (passou o Dia das Mães ou acabou a Copa, e a decoração permanece)

Preparação para a Copa

Uma boa vitrine para a Copa do Mundo deve fazer parte de um planejamento semestral, ou mesmo anual, e ser concebida com bom tempo de antecedência. Só que o aproveitamento da Copa varia muito de acordo com o produto que será exibido. "É necessário que o consumidor já esteja empolgado com o que está acontecendo no mundo. O segmento eletrônico, como as TVs, saem na frente dos outros segmentos, podendo lançar e expor seus produtos muito antes do início da Copa", disse Patrícia Rodrigues.

Fonte: Terra