Cuidar dos pés é fundamental para manter saúde e aparência

De acordo com o dermatologista Adilson Costa, a hidratação de todo o corpo, incluindo os pés, começa no banho.


Cuidar dos pés é fundamental para manter saúde e aparência em dia

É difícil encontrar quem cuida dos pés com o mesmo rigor com que trata o rosto e o corpo. Muitas vezes não temos nem tempo de olhar para eles, quanto mais zelar por sua aparência e saúde. No entanto, existem cuidados simples que podem ajudar a melhorar a situação.

De acordo com o dermatologista Adilson Costa, chefe do Serviço de Dermatologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, a hidratação de todo o corpo, incluindo os pés, começa no banho, que deve ser rápido, com água morna para fria e com o uso de pouco sabão. Depois do banho é a hora mais indicada para se passar um hidratante, pois a pele já está previamente hidratada pela água, o que potencializa a ação dos cremes. O uso de hidratantes de corpo nos pés não é contra indicado, mas o ideal é que o creme seja específico para essa região.

?Os cremes para os pés tem consistência mais espessa e apresentam maior concentração de alguns ativos, como a ureia, que é um poderoso emoliente?, explica a dermatologista Marcia Donadussi, membro das Academias Brasileira e Americana de Dermatologia. A hidratação pode ser intensificada com o uso de algum tipo de material oclusivo nos pés, que impeçam o creme de sair. Aquela velha dica de passar hidratante nos pés e colocar meias para dormir funciona muito bem.

?De um modo geral, se a meia for de material sintético como o nylon é melhor ainda, pois geralmente as de algodão ou lã absorvem o creme, tirando-o do contato com a pele?, explica Costa. Para Marcia, em casos extremos de ressecamento pode-se ainda utilizar um filme plástico para envolver o creme e os pés, e ainda calçar as meias.

Além do ressecamento, os pés também podem apresentar rachaduras nos calcanhares, principalmente no verão devido ao uso de sapatos abertos. Segundo Marcia, as rachaduras ocorrem pelo espessamento, ressecamento e consequente diminuição da elasticidade da pele do calcanhar, e a forma ideal de tratar o problema é prevenir seu aparecimento, melhorando a hidratação do local. ?Também se deve evitar andar descalço ou usar sapatos abertos, como sandálias ou chinelos, e dar preferência a sapatilhas e calçados macios.?, recomenda. Se for necessária alguma ação extra para deixá-los menos ásperos, Marcia indica o uso de esfoliantes duas vezes por semana.

?Produtos domésticos como fubá ou mel cristalizado podem ser utilizados?, destaca. Para a dermatologista as lixas devem ser evitadas, pois também representam uma forma de agressão à pele dos pés. No entanto, se a opção for realmente seu uso, ela deve passada apenas nas regiões mais espessadas, como calcanhar, base dos dedos e lateral dos pés, evitando-se o dorso. ?A esfoliação ou lixamento associado com o uso regular de cremes hidratantes e controle de sobrepeso diminui consideravelmente o problema de rachaduras e calosidades nos pés?, explica o Dr. Adilson Costa.

As unhas também devem ser alvo de cuidados regulares. Ambos os médicos concordam que retirar a cutícula das unhas é um hábito a ser evitado, já que elas formam uma verdadeira barreira contra a penetração dos agentes infecciosos. ?Se a pessoa optar pela extração, deve redobrar o cuidado e ficar atenta ao menor sinal de infecção, seja no próprio dedo, seja em algum ponto da perna?, adverte Adilson.

Para melhorar o aspecto, as cutículas podem ser massageadas com o mesmo hidratante dos pés e até afastadas delicadamente. Na hora de lixar, um pequeno alerta: polir a superfície das unhas para diminuir suas ondulações pode afiná-las e torná-las frágeis e quebradiças. E na hora de cortar, o ideal é deixá-la rente ao final do dedo, com a unha discretamente mais para fora, a fim de proteger a pele abaixo do corpo da unha que é uma área mais frágil e suscetível a ataques de fungos. Já os esmaltes estão liberados, a não ser que a pessoa apresente algum tipo de alergia. ?Os danos, em geral, estão relacionados com os removedores que contem produtos químicos como a acetona, responsável pelo ressecamento e fragilidade das unhas.?, conclui Marcia.

Fonte: UOL