Deficiência em vitamina D está associada ao ganho de peso

Baixos níveis do nutriente podem elevar ganho de peso em até dois quilos

Mulheres acima dos 65 que apresentam baixos níveis de vitamina D - obtida por meio da alimentação e exposição ao sol - são mais propensas a ganhar peso, afirma um novo estudo feito pela Kaiser Permanente Center for Health Research e financiado pelo U.S. National Institutes of Health, ambos dos Estados Unidos. Os resultados foram publicados online no Journal of Women"s Health.

Os pesquisadores acompanharam mais de 4.600 mulheres com 65 anos ou mais ao longo de quase cinco anos. O estudo descobriu que aquelas com baixos níveis de vitamina D ganharam cerca de dois quilos a mais durante esse tempo do que aquelas com níveis normais do nutriente.

Foram identificados baixos níveis de vitamina D em 78% das participantes. De acordo com os estudiosos, 12% das mulheres ganharam peso durante o estudo: aquelas com níveis insuficientes de vitamina D ganharam 18,5kg ao longo de cinco anos, ao passo que as mulheres com níveis normais de vitamina D ganharam 16,4kg durante esse tempo. Outros fatores, como hábitos alimentares e prática de exercícios, também foram levados em conta.

Segundo os autores, esse é um dos primeiros estudos que mostram que mulheres com níveis baixos de vitamina D tendem a ganhar mais peso. Apesar de a diferença ser de apenas dois quilos durante o estudo, ela pode aumentar ao longo do tempo. Eles afirmam que são necessários mais estudos para determinar se o uso de suplementos pode ser necessário para que essas mulheres consigam manter o peso.

Seu corpo precisa de mais vitamina D?

A deficiência da vitamina D causa raquitismo em crianças e osteopenia e osteoporose em adultos. Além disso, a cada dia surgem estudos apontando o papel dessa substância na prevenção de doenças, como insuficiência coronariana e diabetes, por exemplo. Aprenda os cuidados necessários para manter os níveis adequados de vitamina D no quiz a seguir e contribua para abaixar essas estimativas.

Qual é o consumo recomendado de vitamina D por dia?

Segundo a U.S. Dietary Reference Intake (DRI), ingestão de vitamina D deve obedecer a seguinte regra: homens de 13 a 50 anos devem consumir de 5 a 10 mcg/dia; homens de 51 a 70 devem consumir 15 mcg/dia; mulheres de 13 a 50 anos devem consumir 5 mcg/dia e mulheres de 51 a 70 anos, 10 mcg/dia.

Quanto tempo de exposição ao sol por dia é necessário para uma boa síntese da vitamina?

"Recomenda-se a exposição solar três vezes por semana por um período de 15 a 30 minutos, evitando o horário entre as 10 e 16 horas, para que não haja deficiência da vitamina D", afirma a nutricionista Thais Souza, da rede Mundo Verde.

Em que tipo de alimentos a vitamina D é abundante?

Peixes, como o atum (6,7 mcg a cada 100g), o arenque e a sardinha, a gema de ovo (1,1 mcg a cada unidade grande), o óleo de fígado de bacalhau, o leite integral, a manteiga (1,5 mcg em 100gramas) e o iogurte (0,1 mcg a cada 100g) são boas fontes. "Essa vitamina está presente em alimentos gordurosos, por isso é bom tomar cuidado com as quantidades de consumo", afirma o nutrólogo Roberto Navarro, da Associação Brasileira de Nutrologia, de São Paulo.

Em que casos deve ser feita a suplementação com vitamina D?

O nutrólogo Roberto explica que o exame de sangue deve sempre ser feito antes da suplementação e, caso os níveis de vitamina D estejam abaixo de 30 nanogramas por decilitro, pode ser feito o uso de suplementação. Lembrando que antes de fazer uso de qualquer suplemento alimentar é indicado consultar um médico ou nutricionista.

Fonte: Yahoo