Dieta ortomolecular elimina a barriguinha

Existem maneiras adequadas e corretas para reduzir os excessos na região da barriga sem radicalismos

Já ouvi amigas falarem que uma das vantagens da gravidez é não ter que encolher a barriga (ok, não vamos entrar no mérito do que acontece com ela depois da gravidez). Mas você não precisa passar o dia prendendo a respiração ? nem programar uma gestação para se livrar da gordurinha abdominal.

De acordo com a nutróloga e médica ortomolecular Liliane Oppermann, existem maneiras adequadas e corretas para reduzir os excessos na região da barriga sem radicalismos. A profissional preparou uma pequena lista com dicas de hábitos alimentares que ajudam a reduzir a gordura abdominal. Mas reforça: ?é necessário sempre manter um menu enxuto e praticar exercícios para resultados duradouros?. Confira:

- Saladas cruas são sempre indicadas, pois contém muitas fibras que auxiliam no controle do colesterol e na proporção do peso adequado ao corpo, evitando acúmulo de gorduras no abdômen.

- Controle as doses de cervejas e chopes, pois dilatam o estômago fazendo a pessoa comer mais.

- Priorize o consumo de produtos vegetais, frutas e carnes magras. Esses alimentos fornecem fibras e proteínas necessárias para a atividade corporal como um todo. Inclua grãos, arroz integral, batatas, beterraba, iogurte e água de coco.

- Peixes, como salmão, atum, bacalhau e sardinhas possuem a conhecida gordura ômega 3, que evita a obstrução de artérias e veias importantes, além de reduzir o acúmulo de gordura na barriga.

- Evite frituras, pois a maioria dos alimentos fritos causa acúmulo de gordura abdominal e corporal. Por isso, se possível, diminua o consumo de bifes empanados, calabresas e outros embutidos

- Não belisque. O ideal é comer uma fruta, um iogurte ou uma barrinha entre as refeições, pois reduzem a fome e induz o corpo a aumentar o metabolismo, queimando mais calorias.

Fonte: Abril, www.abril.com.br