Dieta rica em minerais retarda o envelhecimento da pele; aprenda

Com ação antioxidante, minerais presentes em alimentos com cereais também atuam no processo de formação de colágeno e elastina


Dieta rica em minerais retarda envelhecimento da pele

Passar protetor solar, cremes hidratantes e fazer tratamentos estéticos são ótimas soluções para conquistar uma pele de pêssego. Contudo, a alimentação inadequada pode comprometer a saúde da cútis, mesmo com o uso constante desses recursos. Por isso, manter uma dieta rica em minerais é fundamental para retardar o processo de envelhecimento cutâneo.

Com ação antioxidante, os minerais são substâncias inorgânicas que compõem os tecidos do organismo. Também atuam no processo de formação de colágeno e elastina, proteínas responsáveis por manter a estrutura da cútis. ?Sais minerais combatem radicais livres, retardam o processo de envelhecimento e auxiliam na cicatrização?, explica Maria Cláudia dos Santos, nutricionista do Hospital e Maternidade São Luiz, de São Paulo.

Mesmo não sendo tão conhecidos como outras fontes de nutrientes como carboidratos e proteínas, os minerais podem ser facilmente incluídos no prato. Porém alimentos compostos por manganês, selênio e zinco precisam ser consumidos em quantidade adequada para fazer bom proveito deles. ?Uma alimentação equilibrada e rica em grãos integrais, carnes magras, nozes, frutas e vegetais é essencial para a saúde da pele?, afirma Raquel Pegoraro, nutricionista especialista em nutrição clínica e terapia nutricional.

Confira, a seguir, as fontes de manganês, selênio e zinco e como inclui-las sem excessos na dieta, para obter uma cútis bonita e saudável.

Manganês: exerce funções eficazes para o metabolismo de aminoácidos, carboidratos e colesterol, além de ser essencial na cicatrização. O mineral pode ser encontrado em cereais integrais, castanhas, soja, frutas, feijão e verduras. ?A dose recomendada para mulheres é de 1,8 mg e para homens 2 mg por dia?, esclarece Maria Cláudia. Para se ter uma ideia, 200 gramas de feijão contém 2,34 mg de manganês.

Selênio: defende as células de radicais livres que surgem todos os dias sob a influência de toxinas ambientais, como o tabaco e estresse. O selênio pode ser encontrado em cogumelos, cereais integrais, nozes, frutos do mar e, principalmente, na castanha-do-pará. ?A dosagem diária ideal selênio é de 70 mg, tanto para mulheres quanto para homens?, comenta Maria Cláudia. Para atingir a quantidade máxima deste mineral durante o dia, basta comer três castanhas-do-pará.

Zinco: encontrado em abundância no organismo, o mineral auxilia na formação de tecidos e melhora o sistema imunológico. O zinco pode ser encontrado em alimentos como pão integral, frutos do mar, feijão, carnes magras, leite e derivados. ?A dose recomendada de zinco é de 0,8 mg para mulheres e 1,1 mg para homens por dia?, afirma Maria Claudia. Consumindo 40 gramas de arroz integral por dia, já é possível alcançar a meta diária de zinco recomendada na alimentação.

Fonte: Terra