Estudos afirma que acupuntura atua na libido

Estudos afirma que acupuntura atua na libido

A profissional Aparecida Enomoto, graduada em Medicina Tradicional Chinesa, dá as dicas que como essa técnica milenar pode esquentar até o sexo

A perda da libido pode ser consequência decorrente de vários problemas, como os desequilíbrios hormonais, os nódulos, as infecções genitais, do uso de algumas medicações que causam efeitos colaterais e também por causas psicológicas, como desgaste da relação ou o excesso de trabalho, por exemplo.

Segundo a especialista em medicina chinesa Aparecida Enomoto, o desinteresse pelo sexo ocorre quando existe um desequilíbrio entre o Yin (frio) e o Yang (calor), mesmo sem ter uma patologia aparente. Quando isso acontece, as pessoas costumam ficar tristes, deprimidas, depressivas, irritadas, impacientes e perdem o sono.

"A Acupuntura preconiza que a saúde mental está intimamente ligada à saúde sexual. Para a acupuntura o sexo é tão importante quanto a alimentação, o sono, a sede e as necessidades fisiológicas, já que a atividade nos torna mais felizes, pacientes, saudáveis e com menor índice de doenças", declara Aparecida.

O tratamento para trazer de volta a libido por meio da acupuntura seria capaz de promover o aumento da produção dos hormônios do prazer como a endorfina, que relaxa e acalma; a serotonina, que tem ação no humor e da ansiedade; a noradrenalina, que induz a excitação física e mental ativando o centro do prazer; além de aumentar o estrógeno e a testosterona, hormônios importantes para a libido.

As aplicações são feitas com agulhas finas e descartáveis. O ideal é fazer uma sessão por semana.

Fonte: Abril, www.abril.com.br