Pouco consumo de água diminui o cérebro

Pouco consumo de água diminui o cérebro

Perda de água pode encolher o cérebro, mas repor o líquido faz com que ele volte ao tamanho normal

A velha recomendação repetida sempre às crianças pode impedir até que o cérebro diminua. Uma equipe de cientistas do Reino Unido constatou que a ingestão insuficiente do líquido encolhe a massa cinzenta e torna mais trabalhoso o ato de pensar.

Os pesquisadores contaram com a colaboração de adolescentes, que tiveram de andar de bicicleta por uma hora e meia. Alguns deles se exercitaram com três camadas de roupas, induzindo à maior produção de suor, enquanto os outros vestiram shorts e camisetas leves. Os jovens que pedalaram com muitas peças perderam cerca de 0,7 kg em suor e a quantidade média de encolhimento do cérebro foi similar a 14 meses de desgaste normal relacionado à idade ou a dois meses e meio de doença de Alzheimer.

Os dois grupos se saíram bem quando, após a atividade física, se divertiram com um jogo de computador que testa a capacidade de planejar e resolver problemas. Mas os exames mostraram que os voluntários que eliminaram maior quantidade de líquido forçaram mais o cérebro para obter os resultados, segundo o jornal Daily Mail.

Ao longo de dias e semanas, a falta de água pode ter impacto sobre o desempenho no trabalho e na escola. No entanto, beber um ou dois copos faz com que o cérebro volte rapidamente ao normal. As constatações foram divulgadas na publicação Human Brain Mapping.

Fonte: Terra