Famosas fazem de tudo para ter cinturinha; preparador físico dá dicas

Rayanne Morais e Andressa Urach já revelaram loucuras como dormir de espartilho. "Não vejo sentido nisso", diz o especialista Márcio Atala


Famosas fazem de tudo para ter cinturinha; preparador físico dá dicas

"Quero ficar igual a Barbie", diz a modelo Andressa Urach, dona de uma cinturinha de 56 centímentros e que não mede esforços para reduzir a medida ainda mais. Ela e Rayanne Morais, a Miss Rio de Janeiro que tem 55,3cm de cintura, malham, fazem dieta e chegam a dormir de espartilho.

"Uso apertado, há seis meses. Dói", admite Andressa, que garante já ter perdido três centímetros com esta rotina. "Tenho mania de dormir com cintas e espartilhos e acho que funciona. E tem os tratamentos estéticos também, como lipocavitação, drenagem, corrente russa...", lista Rayanne, que desde os 10 anos de idade já tentava moldar a cintura com faixa e short altos. "Ficava sufocada, quase não conseguia respirar", lembra ela, namorada do cantor Latino.

Segundo o preparador físico Márcio Atala, porém, apertar o corpo deste jeito na hora de dormir não é nada saudável. "Qualquer coisa que atrapalhe o fluxo sanguíneo não faz bem à saúde, sem falar que não tem nenhuma comprovação que esse tipo de procedimento afine a cintura. Não vejo nenhum sentido nisso", diz. "A mulher consegue reduzir as medidas da cintura quando emagrece de fato, e então ela emagrece o corpo todo, não apenas a cintura. Cada pessoa tem um biotipo e deve respeitar sua genética. Algumas mulheres têm cintura fina, outras, não, mesmo sendo magras. Devemos nos aceitar como somos e dar mais valor à saúde e ao bem-estar. Uma pessoa dentro da faixa de normalidade de porcentagem de gordura vai ter uma cintura com pouca gordura abdominal, que é o que importa".


Famosas fazem de tudo para ter cinturinha; preparador físico dá dicas

Quem quer afinar a cintura de forma saudável, explica Atala, deve seguir a regrinha básica: atividade física regular e alimentação equilibrada. "O ideal é o treino intervalado, que alterna estímulos fortes com estímulos mais fracos. Tem uma eficiência maior na queima de gordura abdominal", conta. O preparador físico dá um exemplo: corra um minuto bem forte e caminhe dois minutos. Faça isso por 30 minutos. Se preferir, troque a corrida por bicicleta ou natação. "Esse estímulo é muito eficiente", ensina ele.

Nem todo mundo segue à risca a cartilha do especialista. Andressa, por exemplo, malha duas horas todos os dias e faz uma dieta à base de salmão, sem carboidrato algum. Só aos fins de semana a modelo come legumes e frutas. Ela garante nunca ter feito cirurgia plásica, como a cantora e atriz mexicana Thalía, que chegou a retirar duas costelas, uma de cada lado. Rayanne, por sua vez, chegou a medir com fita métrica sua cintura e publicou a foto em uma rede social. "Quem tem comprova! Acho digno. Com 55,3 centímetros de cintura, mais fina do que a da Thalia, que chegou a ter 56cm - mesmo assim tirando uma costela", escreveu a miss. Para elas, vale tudo em busca da cinturinha de pilão.

Fonte: EGO