Portal meionorte.com BETA

PUBLICIDADE
ESCONDER
••• atualizado em 09 de Junho de 2012 às 12:30

Fiorella posa ao lado de Flávio Canto, seu namorado há 2 anos

PUBLICADO POR

Elida Kariny


Repórter
Fiorella posa ao lado de Flávio Canto, seu namorado há 2 anos
Fiorella posa linda ao lado de Flávio Canto Foto: O GLOBO / LEONARDO AVERSA

Um bazar beneficente foi o cupido de Fiorella Mattheis e Flávio Canto. No final de 2010, ela e umas amigas tinham reunido roupas para vender, mas não sabiam para qual instituição doar o dinheiro arrecadado. Até que numa sexta-feira à tarde, ela foi à Praia do Leblon com a mãe e cruzou duas vezes com o judoca, que não conhecia pessoalmente.

Dois dias depois, a atriz e ex-modelo ligou para ele para propor que a doação fosse feita em benefício da ONG Reação, criada pelo atleta.

Protagonistas deste ensaio feito numa penthouse do Copacabana Palace, que mostra um casal se arrumando para uma festa (ele, de smoking; ela, com brilhos), os dois começaram a namorar no dia seguinte. Foi pá-pum.

? Tudo muito rápido ? lembra Fiorella, que quer ter ao menos três filhos.

O bazar arrecadou R$ 60 mil. Um mês depois, os dois viajaram com a família dela para Fernando de Noronha. Flávio conheceu o sogro, piloto e chefe de equipe da stock car, Andreas Mattheis. Entre uma praia e outra, os dois atletas discutiam a autobiografia de Agassi. Best friends.

? Perto da família dela, sou um sedentário. Eu acordava na viagem, e o pai e os dois irmãos tinham ido correr 10km, a Fiorella estava nadando e a mãe, malhando ? lembra o judoca, hoje técnico da seleção brasileira na parte de solo.

Fiorella, 24 anos, e Flávio, 37, moram juntos há quase dois anos. Ele se afastou dos tatames no ano passado e virou apresentador do "Sensei", no SporTV, e do "Corujão do Esporte", na Globo. Vira e mexe são flagrados tomando sol na praia, pedalando na orla e participando de ações beneficentes. O casal colírio, como é chamado nos sites, é engajado.

Nascido na Inglaterra, durante o doutorado do pai em Física Nuclear, em Oxford, Flavio morou também em São Francisco, no pós-doutorado do pai em Berkeley.

? Essa minha formação fez com que eu ficasse indignado com a realidade brasileira. Aí, entrou a responsabilidade social ? conta Flávio, formado em Direito.

Aos 25 anos, ele criou a ONG Reação, que reúne 1.200 alunos e atua em quatro comunidades cariocas. O projeto tem o judô como porta de entrada e promove valores do Bushido, o código do Samurai (justiça, coragem, lealdade...). Fiorella participa de campanhas beneficentes e continua promovendo os bazares, que já entraram para a previsão orçamentária da ONG.

? Ano passado, arrecadamos R$ 130 mil ? comemora a atriz.

COMUNICAR ERRO

Comunique à Redação erros de português, informação ou técnicos encontrados nesta página:

  • Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente ao Portal Meio Norte
169371,noticias

Manchetes em destaque

ver todas as manchetes
Exibir em:

AKICOMPRO

Redes Sociais

  • Google +1
  • Twitter
  • Instagram
  • Facebook